sexta-feira, 24 de maio de 2013

Tribunal de Contas pede documentos à câmara de Oeiras sobre SATU | iOnline

Tribunal de Contas pede documentos à câmara de Oeiras sobre SATU | iOnline



Transporte dá prejuízo anual de 3 milhões. Relatório da IGF concluiu que no projecto não terá sido salvaguardado o interesse público 

3 comentários:

Clotilde Moreira disse...

Boa informação. E depois? Isto é assunto para se ir acompanhando todos os dias. Talvez finalmente se compreenda porque uns "chatos" votaram sempre contra.

Isabel Magalhães disse...

Três milhões deitados à rua todos os anos é um desperdício estúpido, sem bem que todos os desperdícios são estúpidos! mas em época de vacas magras, quando nos vão cada vez mais ao bolso, é estupidez redobrada. Se calhar ainda há quem pense que o dinheiro da câmara municipal não sai do nosso bolso, dos impostos de todos nós, do IMI e de outros impostos municipais.

Ainda assim - e a fazer fé em declarações antigas de Isaltino Morais que li algures nos media - o prejuízo é alegadamente suportado pelo outro sócio do SATU que detém apenas 49% enquanto que a CMO é maioritária com 51% do capital.

Aguardemos.

Olga Silva disse...

é desligar/desativar de vez o SATU e ja se poupa os tais 3 milhoes