quarta-feira, 6 de abril de 2011

Papoilas Saltitantes: Obama de Massamá


Papoilas Saltitantes: Obama de Massamá

Na sua recente biografia do líder do PSD, Felícia Cabrita, apelida Pedro Passos Coelho de “Obama de Massamá”! É verdade, tem mesmo um capitulo inteiro dedicado a este facto. A principio pareceu-me uma comparação um pouco forçada, pois Pedro Passos Coelho, talvez devido ao seu lado “queque”, parece-me ligeiramente mais pálido e anémico que o Presidente dos Estados Unidos. Mas depois de pensar um pouco percebi. A designação refere-se não ao Pedro Passos Coelho actual, mas sim a Pedro passos Coelho daqui a algum tempo, depois de passar alguns meses no governo. Nessa altura de certeza que o líder do PSD estará muito mais “queimado” senão mesmo completamente “solariado”!... Espertalhona esta Felícia, que mais uma vez me surpreendeu pela sua capacidade visionária.

5 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Esta 'nossa' costela parola tem muito que se lhe diga. O Gerês dizem que é a Suissa, Aveiro dizem que é Veneza... só para mencionar alguns exemplos. Não há pachorra para tanta insegurança.

Anónimo disse...

Sra. Isabel,

Discordo. Muitas são as razões para a nossa insegurança. Falo-lhe dos funcionários públicos que vão ter os seus salários ainda mais reduzidos, e que agora, com a entrada do FMI vão ver-lhes cortados subsídios de férias e Natal e muitos deles, que não se sabe quem são nem em que número, vão ser despedidos. Isto é insegurança. Isto é precaridade. Falo-lhe dos professores que vão ser avaliados mal o novo executivo tome posse, num outro formato, é certo, mas com os mesmos resultados e objectivos. Isto insegurança, isto é precaridade.
Posso também falar aqui das consequências da entrada do FMI na Grécia, dicertar sobre o que o FMI anda a fazer na Irlanda, mas estaria a contribuir para que muitos ficassem ainda mais inseguros do que já estão, coisa que me nego. Mas não fintemos a realidade, a realidade é sinónimo de insegurança, o amanhã é sinónimo de precaridade desemprego e pobreza. O futuro, esse, com estes politicos é sinónimo de miséria, não para os grandes e poderosos, mas para o povo, para os trabalhadores, para os funcionários. O povo vai acabar por sair à rua, não com a passividade de protestos recentes, mas com a raiva frustração e desejo de vingança de quem a este estado nos levou e de quem de futuro a pior estado nos levará. Iisto é insegurança Senhora Isabel!

Pedro Correia

Isabel Magalhães disse...

O "Sr. Pedro" não percebeu patavina do meu comentário e como não percebeu agarrou no discurso "chapa 33" que lhe é recorrente. Olhe, também não há pachorra!

Tenha um bom dia!

Isabel Magalhães disse...

Caro L. Lopes;

Não li a referida biografia mas se a jornlista disse, de facto, que o homem é o Obama de Massamá só posso concordar com o 'Papoilas Saltitantes'. PPC - ou quem quer que venha a seguir - não vai ter a vida fácil tal o ABISMO em que este gang xuxa nos deixou.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.