sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Isaltino Morais já foi libertado


Tribunal de Oeiras emitiu despacho de libertação, depois de ontem ter ordenado a prisão

Por: tvi24 / CLC | 30- 9- 2011 18: 55


Aqui

Da caixa de comentários


José António Baptista deixou um novo comentário na sua mensagem "Isaltino Morais está preso, mas defesa alega erro ...":



Isaltino tem muitas obras feitas, é verdade. Se ao fim de 20 anos não tivesse...

O que se questiona é a justeza, a utilidade, a importância e a urgência delas.

Se uma ou outra podem ser consideradas uma mais-valia para o concelho, outras há que são puro despesismo, como o SATUO. E há muitas feitas por valores excessivos, que tinham alternativas mais baratas (só que não metiam 10% no bolso).

Investimento verdadeiramente importante e urgente como no saneamento, no trânsito, nos transportes, na saúde, na cultura, no património, e mais, não foi feito.
Ao fim de 40 anos, tantos quantos tenho de vida em Oeiras, os problemas mantém-se ou agravaram-se. Perguntem a quem vive no interior do concelho: Porto Salvo, Tercena, Leceia, Barcarena, Leião, etc.



Publicada por José António Baptista em OEIRAS LOCAL a 30 de Setembro de 2011 18:47

Novas esculturas custam 1,5 milhões


Oeiras: Cancelada inauguração alusiva aos 250 anos de concelho

Novas esculturas custam 1,5 milhões

Obra polémica na governação do presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, o conjunto escultório que assinala os 250 anos de atribuição do foral ao município pelo Marquês de Pombal não foi ontem inaugurado. A obra integra um conjunto de duas encomendas e em tempos de crise é contestada pelo seu custo. São 1,250 milhões de euros, atingindo os 1,537 milhões de euros com IVA. O trabalho, da autoria de Cabrita dos Reis, para além da escultura com o perfil do Marquês de Pombal integra outra escultura de homenagem ao escritor António Feliciano Castilho.

Por: João Saramago

Dadas as dificuldades financeiras no concelho, a obra não caiu bem entre os funcionários da autarquia. "A escultura representa uma ostentação desnecessária", disse ao CM Helder Sá, da comissão sindical do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública. "Os funcionários da câmara receberam com desagrado a informação de que a obra de arte custou mais de um milhão de euros quando a autarquia passa por sérias dificuldades", referiu Helder Sá.

O sindicalista recordou que "prova dessas dificuldades foi a decisão do vereador do Ambiente, Ricardo Barros, de cortar as horas extraordinárias aos funcionários da recolha do lixo".

"A autarquia deixou de ter recolha de lixo aos domingos e feriados por falta de dinheiro e agora os funcionários reparam que o dinheiro é gasto com uma ostentação desnecessária", acrescentou.

O conjunto escultório, todo em pedra mármore, reparte-se por várias paredes, sendo que numa delas está representado o perfil do Marquês de Pombal.

Para os funcionários da câmara, os 250 anos do concelho poderiam ter sido assinalados simplesmente com uma placa a assinalar a data nos Paços de Concelho.


Isaltino Morais está preso, mas defesa alega erro do juiz - Sociedade - PUBLICO.PT

Isaltino Morais está preso, mas defesa alega erro do juiz

29.09.2011 - 21:52 Por José António Cerejo



(Pedro Cunha (arquivo))
A agenda do presidente da Câmara de Oeiras tinha assinalada uma festa para ontem à noite: a inauguração de um monumento evocativo dos 250 anos do município e do Marquês de Pombal, primeiro Conde de Oeiras. Horas antes, a polícia trocou-lhe as voltas e Isaltino Morais acabou o dia na prisão.

(...)

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A troika e a sopa de pão

Artigo publicado hoje no Público




A troika e a sopa de pão

Os troikanos que compõem a troika e agora nos andam a visitar com regularidade, sabem muitas teorias que aprenderam nas Universidades mas sabem pouco da vida. E grave é que, quem os recebe aqui, a tudo diz que sim.

Para os troikanos um e um são dois e não sabem que em Portugal, muitas vezes, uma sopa de pão e uma sardinha engana a fome a cinco pessoas (o pai, a mãe, dois filhos e a avó velha e entrevada). A sopa com mais um pouco de água, umas ervas de cheiro, umas côdeas e, nos dias de sorte, um fio de azeite torna-se num manjar e quando há uma sardinha, ainda hoje, o rabo é para o pai, as abas da barriga para os filhos. A mãe chupa a cabeça e a avó nada.

É pena é que ministros e outros se esqueçam que apesar de terem estudado as tais aritméticas infalíveis não é cortando, despedindo, desmembrando que se cria riqueza. (…)



(A riqueza resulta de trabalho organizado, do aproveitamento das potencialidades da nossa terra, de critérios de aquisições fora de fronteiras, de exportações da nossa competência. E tudo isto se pode fazer dando trabalho a muitos, pagando-lhes salários justos para estes poderem comprar àqueles e os empresários, entre pagar e receber, amealharem poupanças para alargarem os negócios).



Um exemplo: se um casal estiver empregado com salários suficientes para, depois de pagar “o pão, a renda de casa, as escolas dos filhos, os transportes…” tiver ainda possibilidade de tomar um café todos os dias, o empresário dos cafés venderá mais a esta pastelaria que tem fregueses diários e esta poderá empregar mais um trabalhador.

Todos sabemos que existe um número apreciável de portugueses que se apropriaram (e apropriam ainda) dos chamados tachos para eles e os seus familiares terem uma boa vida, esquecendo-se que também tiveram uns avós que passaram fome porque havia ricos que se esqueciam dos trabalhadores.


Aumento da electricidade

"Quando chegámos ao Governo estava projetada uma subida de 30 por cento para os consumidores e de 55 por cento para as empresas, (...)"




Energia: Ministro garante que aumento da eletricidade vai ser "muito menor" que 30%
27 de setembro de 2011, 14:10

Lisboa, 27 set (Lusa) - O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, afirmou hoje que o aumento das tarifas de eletricidade vai ser "muito menor" do que os 30 por cento para os consumidores e os 55 por cento para as empresas.

"Quando chegámos ao Governo estava projetada uma subida de 30 por cento para os consumidores e de 55 por cento para as empresas, temos estado a trabalhar para que tal não aconteça. O ajustamento será muito menor", afirmou o governante em Lisboa, na cerimónia de abertura do ano letivo das escolas de turismo que este ano coincidiu com as comemorações do Dia Mundial do Turismo.

Salientando que o défice tarifário é uma questão que "preocupa" o Governo, Álvaro Santos Pereira lembrou que o aumento das tarifas vai ser anunciado a 15 de outubro.

Lusa


O adeus ao Magalhães

Dia a dia


O adeus ao Magalhães

O Magalhães morreu. Paz à sua alma!

Por: Francisco J. Gonçalves, jornalista



O pequeno computador azul não tinha objectivos pedagógicos de qualquer espécie, mas isso não impediu José Sócrates de vender mais de um milhão de unidades a professores e alunos dos ensinos básico e secundário. E foi tão eficaz no marketing que até no estrangeiro a engenhoca foi vendida como uma espécie de viagra tecnológico-pedagógico para todas as bolsas.

Isto prova à sociedade que, embora tenha deixado muito a desejar enquanto primeiro-ministro, José Sócrates foi um excelente vendedor. E foi amigo do seu amigo, co-mo podem testemunhar os responsáveis da JP Sá Couto.

Mas a felicidade de uns quantos parceiros teve o seu preço. O azulinho custou mais de 260 milhões de euros ao Estado, e a fundação criada para gerir o programa e.escola deixa atrás de si uma dívida de 70 milhões.

Por tudo isto, o fim do Magalhães não merece luto. A decisão de fechar a torneira a esse escoadouro de dinheiro mal aplicado não poderá ser considerada vital para a recuperação do País, mas ao acabar com a anedota sem graça de um negócio de contornos duvidosos é, pelo menos, uma medida de bom senso e bom gosto.

Reincidências

Ars Integrata arsintegrata@gmail.com

Salve a tutti!

Ars Integrata em tempo de crise da Res Publica, propõe-vos uma ida ao Teatro da Rainha, para ver o "Jojo, o Reincidente" de Joseph Danan. Mais informação em: http://arsintegrata.blogspot.com/

- E, em tempo de crise (real ou fictícia), mais sugerimos uma revisitação a Jorge de Sena, in: http://arspoetica2u.blogspot.com/


Saudações artísticas

A equipa de Ars Integrata


P.S.: agradece-se a melhor divulgação deste evento (todos não somos demais para combater a crise)

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Fundação do Magalhães fecha com dívida de 65 milhões

Mais uma herança que nos deixou o Zé Sócrates Pinto de Sousa.

Aqui

Falhas de comunicação

.


Publicado hoje no Jornal de Oeiras

35 – Algés – 2011

LIXO



Foi distribuído pela CMO um folheto a informar de novos procedimentos sobre a recolha do lixo.

Hoje às 11h00 havia qualquer coisa de incompreensível: parece que não recolhem lixo desde a semana passada (?)



* Av. Combatentes da G. Guerra

O gargalito junto ao primeiro quiosque da venda de jornais estava aberto





Os contentores junto ao segundo quiosque dos jornais (em frente da Cx. Geral de Depósitos) estavam cheios





* Inicio da Rua Eduardo Augusto Pedroso estava neste estado.




Havia mais caixotes por despejar como junto às Finanças.

…………………………….. O que terá acontecido? ………………………….

5 - Linda-a-Velha - 2011

Av D. Pedro V

Estacionamento selvagem que impede a circulação de peões com mobilidade reduzida


Reportamo-nos a 2, 3 e 3 (a) - Linda-a-Velha - 2011 e já não sobra muito para dizer sobre o assunto, a não ser que não sei como apelidar este tipo de gente que - apesar dos pilaretes - continua a estacionar sobre o passeio no acesso às passadeiras, numa total falta de respeito para com terceiros.



Entre o Renault e o BMW estacionado no passeio não cabia uma pequena cadeirinha de bebé. Entre o BMW e os ecopontos o passeio estava obstruído com montes de trastes - mobílias, madeiras e sacos de lixo indiferenciado.


Quem é que pode ser prior desta freguesia?

Exposição de José Escada e Exposição Permanente no CAMB

A não perder até 2 de Outubro próximo


Via CMO

Fim da recolha de resíduos sólidos urbanos aos Domingos e Feriados

Menos dias de serviço também correspondem à redução da facturinha? É que a 'Informação aos munícipes' é omissa nesse ponto...


Aqui

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

PSD-M lamenta que PGR não tenha aberto inquérito contra Sócrates - Politica - DN

Plano Municipal de Emergência de Oeiras: onde está?

Aqui!

5 - Linda-a Velha - 2011

Limpeza urbana ou falta dela!

Av. Duque de Loulé



Durante uns oito dias, esta papeleira - quer dizer a armação da papeleira porque a dita há muitos anos que foi levada por alguém que precisava de um balde lá em casa - esteve assim, a transbordar de lixo e roupa velha. Com as papeleiras neste estado e as ruas cada vez mais sujas e com os mesmos sacos de lixo dias e dias no mesmo local, o cidadão pagante começa a pensar se a CMO terá fechado para obras ou se foi de férias... Mas eis senão quando, passadas umas quatro horas, a papeleira apareceu despejada.

De qualquer modo aqui ficam as imagens de uma papeleira de uma freguesia de um concelho supostamente 'mais à frente'!






Imagens: IM


Adenda - 23.9.2011: Faltou esclarecer que a armação da dita foi abalroada, há muitos anos, por uma camioneta que estacionou no local - há tantos que ainda havia barracas na Av. Duque de Loulé! - e que já enviei alguns emails para o geral da CMO. No OL também há alguns posts com alusões ao mesmo assunto.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

4 - Linda- a-Velha - 2011

CMO / DEV - Externalização dos Serviços

Praceta António Enes


As fotos que se seguem, tiradas expressamente esta manhã, são o "cartão de visita" da empresa contratada pela CMO para cuidar dos espaços verdes. Este "belo" canteiro está assim há anos - não ata nem desata - nem a hera cresce, nem a substituem por algo mais criativo, nem aparam os tufos de relva, nem varrem as folhas mortas.



Início do canteiro. À direita o chão foi ornamentado com rede. Para quê, não sei!

Hoje, quando fiz as fotos, estava uma camioneta no local (canto superior direito da foto). Subiu o passeio, passou entre os pinos e estacionou para descarregar mercadoria para um estabelecimento existente ao lado.



Segue-se a hera, coitadinha, que de tão triste mete dó!




E continua...





para terminar aqui, junto aos tais tufos de relva mal plantados. À direita da relva, o chão está novamente coberto com rede. Quiçá para ficar simétrico com o lado esquerdo!


Quanto é que isto nos custa, alguém sabe?


Imagens: IM


Adenda 23.9.2011: Muito próximo deste local fica o Jardim das Tílias que está sempre bem tratado. No entanto, o caminho paralelo à mata desde a Av. Duque de Loulé até ao jardim e toda a área ajardinada ao longo da rua Bernardo Santareno, estão quase sempre descuradas como aqui tem sido divulgado.

Contra o bicho da madeira

.

Assembleia Municipal

Carreira 11 da Vimeca

De um leitor devidamente identificado recebemos o seguinte email:



Senhores;



Estivemos, hoje, eu e outras pessoas cerca de 40 minutos na paragem habitual de inicio da 11, no parque Eduardo VII.



Existe lá, vimos depois de um passante nos ter chamado a atenção, um pequeno aviso - seria talvez um A5 - a informar que a paragem foi alterada temporariamente.



Mas de tão pequeno ninguém dá por ele.



Trata-se assim de um aviso, formal, de faz de conta, que não cumpre a função, impróprio de uma empresa responsável e prestigiada como é a Vimeca.



Cumprimentos

terça-feira, 20 de setembro de 2011

O regresso

.


Artigo publicado hoje no JO


O Regresso



Oficialmente já todas as escolas estão a funcionar. Para muitas crianças é a primeira vez que vão para a escola, mas para a grande maioria é o regresso não só à sala de aula mas ao convívio dos seus amigos.

Mas este ano, esta época que devia ser de alegria, está muito condicionado pelas notícias que todos os dias nos chegam na comunicação social: turmas com muitos alunos, professores por colocar, faltas de pessoal auxiliar, escolas fechadas, alunos deslocados e a obrigação de reduzir gastos na luz e no gás.

E no Município de Oeiras? Ainda não é possível sabermos as falhas importantes que possam estar por resolver. O ano passado a falta de pessoal auxiliar levou quase seis meses a resolver como aconteceu na escola Prof. José Augusto Lucas de Linda-a-Velha onde os alunos não podiam utilizar as casas de banho por falta de limpeza.

Também aqui, o clima é relativamente ameno mas o corte obrigatório nas despesas pode levar muitas salas de aula a ficarem desconfortáveis. Claro que há sempre quem lembre o clima agreste do nosso interior ou outros tempos (que não desejamos que voltem) em que as salas de aulas eram frigoríficos e que digam que um casaquinho mais grosso tudo resolverá.

Mais do que nunca é necessário que as Escolas, pais e responsáveis autárquicos se unam no levantamento das falhas existentes, no encontro de soluções necessárias e obriguem os responsáveis a resolvê-las de imediato a bem das nossas Escolas. Apesar dos muitos constrangimentos e tendo como base as informações que são divulgadas, a estratégia de Oeiras para a educação tem sido considerar esta uma área prioritária e tornar real o Plano Estratégico de Equipamentos Educativos do Concelho. Esperamos que este Município intervenha directa e mesmo indirectamente no apoio à resolução das falhas detectadas.

CAÇA ÀS BRUXAS

Pessoa amiga fez-me chegar o link de “lixo-no-psd-blogspot.com” que eu já havia apagado por entender que o mesmo se desviara daquilo que seria normal em democracia, incluindo a democracia interna do PSD (se é que os autores são militantes do Partido SOCIAL DEMOCRATA). Podemos ter divergências ideológicas, podemos discordar do posicionamento do militante “A” ou “B”, seja do PSD ou PSD travestido de IOMAF. Não podemos transformar uma querela ideológica numa “caça às bruxas”, as divergências não podem transformar-se numa questão pessoal. Diferença de opiniões, sim, que não pode, nem deve transformar-se numa questão pessoal.
Vem isto a propósito da leitura que fiz do post “O verdadeiroBUFO...”, onde o seu autor procura queimar na praça pública alguém que interessa abater. Por ser irmão do Ângelo Pereira? Com que intenção?
Há 33 anos o Partido Comunista, a CGTP/Intersindical e a extrema-esquerda folclórica pintaram paredes em Portugal nas quais escreveram “Sá Carneiro, ladrão, paga o que deves”, a pretexto de uma pretensa dívida do então Primeiro-Ministro ao Banco Espírito Santo e Comercial de Lisboa (BESCL), como na altura se designava o actual BES.
“Uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade” é chavão atribuído ao Ministro da Propaganda Nazi, Josef Goebbels, que os comunistas astuciosamente aproveitaram ao longo do século XX.
Hoje, com a multidifusão via internet, principalmente por blogues, e no caso em apreço o dos “”homens e mulheres do lixo”, a crucificação de Inigo Pereira, ainda que num único post, transforma-se numa mentira repetida milhares de vezes, o que é inaceitável e imperdoável.
Não conheço o Inigo, para além do “bom dia” ou do “boa tarde”. Não sei se é “verde”, “laranja” ou “laranja-verde alface”, é um ser humano, é um militante do PSD (creio), é um trabalhador do município de Oeiras.
Como é possível que, depois de tudo o que se passou Francisco Sá Carneiro, venham os “homens e mulheres do lixo” com a mesma receita para denegrir e lançar na lama Inigo Pereira? Parte-se para este ataque em suspeitas, porque se terão cruzado e-mails e concluiu-se, sem ter a certeza, que Inigo Pereira é o delator de não sei o quê. É um acto indigno.
Se Inigo Pereira é do IOMAF, eu sou do PSD. Se Inigo Pereira está dividido entre o PSD e o IOMAF (transexualidade política que alguns apelidam de “laranja-verde alface”), eu sou apenas e só do PSD.
A ser verdade, o seu posicionamento político dúbio é o que me separa de Inigo Pereira. Contudo, Inigo Pereira tem direito ao seu bom nome e a não ser enxovalhado na praça pública. A suspeição como arma de arremesso e de contornos obscuros empobrece a democracia, o PSD e a estabilidade social na Câmara Municipal de Oeiras.
Perante este ataque soez não poderia deixar de manifestar a minha solidariedade com Inigo Pereira.
E não posso também deixar de manifestar o meu repúdio a quem gere este blogue (lixo no psd).

Ainda "As árvores de Santo Amaro de Oeiras – reunião"

Da caixa de comentários:


Leite Pereira deixou um novo comentário na sua mensagem "As árvores de Santo Amaro de Oeiras – reunião":

àrvores em Santo Amaro

Pelos anos 90 era eu chefe de divisão dos espaços verdes foi efectuado um levantamento, que deveria cobrir todo o concelho, relativamente às árvores existentes, sua classificação, seu estado fitossanitário, compasso entre as mesmas, local e distância às casas e, posteriormente o Gabinete de Estudos executou um programa informático onde toda a informação foi colocada e ficava georeferenciável. Sei que por falta de verbas o levantamento não foi concluido mas as freguesias de Santo Amaro, Oeiras e pelo menos uma outra que me mão recordo ficaram com o levantamento concluido. Este trabalho era efectuado no verão por um grupo de arquitectos paisagistas e coordenado pela arq. Paisagista Isabel Torres pessoa muito competente e que tive o prazer de a ter como minha sulalterna e as verbas para o efeito constam do orçamento da CMO . Desse estudo concluiu-se que grande parte das árvores de Santo Amaro estavam doentes e deveriam ser abatidas, criteriosamente, isto é, não abatê-las todas de seguida, pois nem todas estavão doentes. Pelas fotografias que me foi dado ver verifico que há ruas em que as árvores foram abatidas na sua totalidade mas os "tarolos" ficaram. Não me admira quando temos como vereadora uma ex-secretária que não tem qualquer preparação para o exercício deste cargo. Gostaria de saber o que vai suceder quando começarem a tirar os ditos "tarolos" e os muros das vivendas vierem atrás. Em meu entender esta operação deveria ser efectuada com algum critério e devidamente coordenada com a divisão das obras municipais para logo após o abate de uma árvore as raízes serem retiradas o passeio reposto e nova árvore adequada ao local plantada. Como desabafo, pois não gosto de que se apropriem do trabalho que a minha equipe efectou e, foi o Rui Freitas que chamou a atenção para tal há dias a propósito, ou melhor sem propósito, foi falado na SIC com o Isaltino e o Lisboa sobre os vinhos de Carcavelos e sem qualquer ligação a este assunto falaram no tal estudo dando a entender que o mesmo era recente. Para não ser desagradável direi que é feio apropriarem-se do trabalho efectuado por outros.
Em Conclusão: A maioria das árvores está doente mas tem que haver um critério e coordenação entre serviços para que se proceda ao seu abate e não abter as existentes numa rua inteira conforme vi numa fotografia (só se foi fotomontagem)



Publicada por Leite Pereira em OEIRAS LOCAL a 19 de Setembro de 2011 14:54

Dívida dos PALOP a Portugal está próxima de 1800 milhões de euros - Economia - PUBLICO.PT

Dívida dos PALOP a Portugal está próxima de 1800 milhões de euros - Economia - PUBLICO.PT


Sem comentários!

Tribunal absolve Oliveira e Costa e Dias Loureiro

Tribunal absolve Oliveira e Costa e Dias Loureiro


Sem comentários!

.

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

domingo, 18 de setembro de 2011

Alguns ganham pequenas fortunas

De vez em quando aparecem umas informações sobre quanto ganham umas certas pessoas. Algumas delas até vão à TV periodicamente explicar que os portugueses têm mesmo de apertar o cinto (e também nestas presenças devem ganhar alguns Euros). São advogados, engenheiros ou economistas com bons empregos e que, fazendo parte de administrações de importantes empresas, ganham bom dinheiro por estarem presentes nas várias reuniões. Estas reuniões de administração são pagas muitas vezes a mais de três mil euros. Ora num dos casos documentados aconteceram 22 reuniões anuais nas várias empresas pelo que teria recebido cerca de 80 mil euros. Mas se as empresas forem do PSI-20 as suas presenças podem atingir valores mais altos.

Estas informações são publicadas na comunicação social mas muitas vezes passam despercebidas à maior parte das pessoas. No entanto, há alguns atentos que as vão coligindo e fazem o favor de ir divulgando aproveitando as redes sociais.

Se estes senhores recebessem menos talvez as empresas pudessem contratar mais funcionários e, portanto, ajudar a baixar o desemprego. E com estes novos funcionários as empresas poderiam deixar de obrigar a cumprir horários desumanos que muitos têm de aceitar para assegurar o salário.

Claro que se não ocorressem estes rendimentos escandalosos não haveria quem comprasse carros de alta cilindrada ou fizesse depósitos fora de Portugal como vamos sabendo pelos jornais.


Texto integral






Maria Clotilde Moreira

Publicado hoje no Publico nas Cartas à Directora


sábado, 17 de setembro de 2011

Assaltos no concelho de Oeiras.

Em Miraflores/Algés andam a assaltar à luz do dia. Aproximam-se de quem está a abrir a porta do prédio - ou a caixa do correio - e roubam por esticão. Em Linda-a-Velha há registo de assalto/roubo às empregadas que estão a lavar as escadas.

34 – Algés – 2011

Obra de Remodelação de Redes Domésticas e Pluviais do sistema de Esgotos de Algés



6/Set – Baratas e Obras



Tendo perguntado a vários departamentos da CMO para que seria o estaleiro montado perto do Largo Comandante Augusto Madureira, recebi da DGES (Divisão Gestão Espaço Público) detalhes sobre esta “Empreitada do SMAS que irá intervir nos seguintes arruamentos, duma forma faseada e estão previstos os seguintes cortes parciais:



  • Fase 1 – 5 de Setembro a 21 Outubro: Corte parcial da circulação na Alameda Hermano Patrone, sendo desviado o trânsito proveniente da Rua João Chagas;

  • Fase 2 – 24 Outubro a 15 Novembro: Corte do acesso de Veículos automóveis ao parque de estacionamento junto à Rua Direita do Dafundo (Exceptua-se o acesso dos eléctricos que se mantém);

  • Fase 3 – 16 Novembro a 18 Novembro: Desvio do transito proveniente da Rua João Chagas.

Certamente que estas situações criarão constrangimentos que os SMAS tentarão de os minimizar.”



Espero que os SMAS atempadamente coloquem informação, destes impedimentos e alternativas, nas áreas afectadas para que as populações não sejam apanhadas de surpresa.



Quanto a um reparo que fiz sobre não haver informação na zona do estaleiro, enviaram-me uma foto do cartaz que realmente está na entrada mas que se situa bem longe da Rua e mesmo com o nariz em cima pouco que se consegue ler do A4 dos SMAS.



E agora é esperar.


Procissão Solene na Freguesia de Linda-a-Velha



Domingo, dia 18 de Setembro, pelas 17h00 realiza-se a Procissão Solene em Honra da nossa Padroeira – Nossa Senhora do Cabo.

Este ano terá o seguinte percurso: Igreja Paroquial - Rua Pedro Alvares Cabral - Rua Francisco José Vitorino – Av. D Pedro V - Calçada do Chafariz – Av. Tomás Ribeiro – Capela de Nossa Senhora do Cabo.

A Procissão será precedida de Missa Solene, pelas 16.00h, na Igreja Paroquial e após o seu término, haverá lugar à actuação da Banda da SIMECQ, no histórico Coreto, junto à Capela de Nossa Senhora do Cabo.

Nervosismo na CMO

Não pode ser acusada de não criar postos de trabalho!

Aqui

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

A ERSE pretende aumentos na energia até 30%

Hoje, num jornal nacional da hora do almoço, ouvi/vi que a ERSE pretende um aumento do preço da energia até 30% a entrar em vigor no próximo mês de Janeiro. Estas almas "iluminadas" são as que há 3 anos queriam que os clientes cumpridores pagassem a factura dos caloteiros. E ninguém as demite?

http://oeiraslocal.blogspot.com/2008/06/mais-uma-novidade.html

Um comentario que foi longe demais

Um comentario que foi longe demais


O Cronista Indelicado


Eu sempre critiquei o patriotismo de trazer por casa de uma certa esquerda portuguesa, que acha que a Alemanha tem a obrigação solidária de pagar pelo descalabro financeiro dos países em crise, porque isto é uma União e é suposto sermos todos amigos.


(...)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

As árvores de Santo Amaro de Oeiras – reunião

Como anunciado ocorreu ontem, no auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras, uma reunião presidida pela Vereadora Madalena Castro, Arquitecto Paisagista Alexandre Lisboa e mais responsáveis pelos Espaços Verdes, com cerca de 90 moradores e amigos.



Havia estudos de 1995, confirmados em 2009, que apontavam para abates dados os problemas fitossanitários detectados. Também o mau estado dos passeios etc. etc. Mas estas razões continuaram a não convencer muitos moradores que tinham visto os restos dos troncos e entendiam que muitos não mostravam tais doenças. Nem a promessa de requalificação dos passeios, nem as promessas das novas espécies mostradas, pareceram acalmar o nervosismo dos presentes.



Compromissos pessoais obrigaram-me a ter de sair pelas 18h15. A minha opinião pessoal: tudo teria sido mais fácil – dada a dimensão da intervenção – se a CMO, em conjunto com a Junta de Freguesia, tivesse dinamizado reunião com os moradores para, previamente, lhes dar conta da necessidade de derrubar as árvores.



Faço um apelo não só aos Presidentes das Juntas de Freguesia, mas também à C.M.O. para previamente informarem, informarem… e informarem localmente as intervenções do abate das árvores.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Árvores e a falta de comunicação

.

Artigo publicado hoje no Correio dos Leitores do JO

MARGINAL SEM CARROS’11

.


18 de Setembro * 10h00 – 13h00 * Caxias – Oeiras

A Câmara Municipal de Oeiras associa-se novamente à Semana Europeia da Mobilidade e ao Dia Europeu Sem Carros, encerrando a Avenida Marginal ao trânsito automóvel, entre Caxias e a Praia da Torre.
Assim, Oeiras proporciona uma vez mais um conjunto de actividades diversificadas – saúde, actividade física, ambiente e mobilidade, com o objectivo de sensibilizar os munícipes para a utilização de formas alternativas de mobilidade e transporte, como a utilização da bicicleta, de transportes públicos - comboio e autocarro - ou fazendo percursos a pé, inibindo a utilização automóvel e a respectiva poluição.


Deixe o carro em casa
pegue na sua bicicleta ou chegue a pé
aproveite os transportes públicos e venha
divertir-se na Avenida Marginal!


Informação de trânsito e de estacionamento:

- Constrangimentos de trânsito:

• Encerramento da Avenida Marginal, entre Oeiras e Caxias, das 9H30 às 13H00, no dia 19 de Setembro, excepto acesso por Carcavelos à Praia da Torre e ao Porto de Recreio de Oeiras.

- Interdição de locais de estacionamento:

• Parque junto ao restaurante “Mónaco”
• Parques junto à Praia de Caxias
• Curva dos Pinheiros
• Parque junto ao Jardim de Paço de Arcos
• Parque da Praia velha de Paço de Arcos (Centro Náutico)
• Parque junto ao restaurante “Saisa”

Informações:

CM Oeiras - Divisão de Desporto
tel. 214 408 540, mexa-semais@cm-oeiras.pt



Ver todas as notícias deste tema

Coisas que a gente aprende – D


O SATU - em www.oeinerge.pt ficamos a saber o actual tarifário que entrou em vigor em 8 de Agosto, conforme Edital n.º 236/2011 de 21/07/2011,

- Ida: 1,15 €
- Ida e volta: 1,65 €
- Um dia: 2,85 €
- 10 viagens: 6,50 € (bilhete de famílias ou grupos)
- 20 viagens: 11,00 €

Mas o que muitos gostavam de saber é quantas pessoas são transportadas por dia neste tão avançado meio de transporte.

33 - Algés – 2011

Caixote de lixo gargalitos



Na Av. dos Combatentes, em frente à Caixa Geral de Depósitos, havia uns gargalitos parecidos com os da imagem para se colocar o lixo separado.



Parece que eles se entupiram – excepto o do vidro - e o que acontece é que foram tapados com plástico preto e substituídos por contentores clássicos.





segunda-feira, 12 de setembro de 2011

3 (a) - Linda-a-Velha - 2011

Sobre o estacionamento selvagem nas passadeiras de peões e seus acessos, aqui, enviámos um e-mail ao presidente da JFLV a solicitar a colocação de dois pares de pilaretes que impedissem o estacionamento sobre o passeio. Da JF recebemos a informação de que o assunto não faz parte da sua competência e que o mesmo seria levado à consideração da CMO. Facto é que passado nem um mês, o assunto foi devidamente tratado e lá estão colocados os pilaretes que muito facilitam a vida aos peões, principalmente aos de mobilidade reduzida quer por problemas de locomoção quer por se fazerem acompanhar de bebés em cadeirinhas.
Não sei se o facto de haver obras e colocação de outros pilaretes na rua próxima - a rua Francisco José Vitorino - terá apressado a conclusão do processo mas o que importa mesmo é que foi concluído e rapidamente. Neste caso
nota positiva para a JFLV e para a CMO.





Imagens: IM

domingo, 11 de setembro de 2011

Contra o abate de árvores em Santo Amaro de Oeiras


Vai ocorrer na próxima 3ª feira, dia 13 de Setembro, às 17h00, uma reunião sobre este assunto no Auditório da Biblioteca Municipal de Oeiras


sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Corrida da Água

.


Porque é que todos gozam com o Álvaro?

Porque é que todos gozam com o Álvaro?


O Cronista Indelicado


A forma como o ministro da Economia tem sido tratado pela comunicação social diz muito sobre um dos nossos piores defeitos: exigir que tudo seja diferente para depois criticar qualquer diferença. Neste momento é impossível saber se Álvaro Santos Pereira é bom ou mau ministro.

Por: Por João Miguel Tavares (jmtavares@cmjornal.pt)

Pode vir a ser péssimo, mas ainda não fez nada de significativo, para além de anunciar passes sociais. Mas quem lê jornais e ouve comentadores já terá com certeza reparado que Santos Pereira, com o seu ar patusco, está a ser transformado numa espécie de alívio cómico do governo.

Porquê? Por um lado, porque é um professor universitário vindo lá do Canadá, e que portanto não percebe nada da realidade portuguesa, ao contrário de tantos governantes que percebem imenso da realidade portuguesa e que tão bem têm feito a Portugal ao longo dos últimos anos. Mas, sobretudo, porque o ministro chegou e cometeu o pecado mortal de pedir que fosse tratado apenas por "Álvaro". A partir daí, passou a ser não "Álvaro" mas "o Álvaro", como se fosse um qualquer Ambrósio ao serviço daquela senhora que queria Ferrero Rocher.

Este modo de apoucar alguém só porque tentou ser amável e informal seria apenas deselegante se não fosse tão sintomático de uma certa forma de estar. Toda a gente critica o país dos doutores, mas depois gozamos com o doutor que diz que apenas quer que o tratem pelo nome próprio. Tal como toda a gente diz que é preciso reduzir a despesa do Estado, mas depois classificamos como corte selvagem cada medida que é tomada. Já cantava António Variações: "Só estou bem aonde não estou/ /porque eu só quero ir aonde não vou."

Governo corta 1642 dirigentes

Governo corta 1642 dirigentes


Vox Pop

A primeira reforma do Estado espera poupar 40 milhões de euros, reduzindo 52% do número de cargos nas câmaras municipais. Está também prevista a alteração da lei eleitoral local, com a redução dos vereadores. A questão que colocamos aos portugueses é a seguinte: será que o número de deputados da Assembleia da República também poderia diminuir?

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Arte Sacra

Mais uma iniciativa cultural a ter lugar no Centro Cultural Palácio do Egipto.


CMO / Divisão de Cultura e Turismo / Centro Cultural Palácio do Egipto.


quarta-feira, 7 de setembro de 2011

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Baratas e obras

383 milhoes em offshores



383 milhoes em offshores


Investigação

Empresa criada em 2000 no paraíso fiscal de Gibraltar movimentou autênticas fortunas. Gestores são tio, tia e primos do ex-primeiro-ministro


.

domingo, 4 de setembro de 2011

Contra o abate de árvores em Santo Amaro de Oeiras


Tenho recebido de vários Amigos a informação de que a “Câmara Municipal de Oeiras ordenou o abate de 90% das árvores de Santo Amaro. Ou seja, todas as árvores que durante anos fizeram parte do nosso dia-a-dia e que tornavam Santo Amaro tão giro vão desaparecer…”, com o pedido de mostrarmos a nossa tristeza por tal atitude. Eu protestei enviando o e-mail abaixo também para as várias forças politicas.

Noticias mais recentes sobre contactos já havidos por parte dos moradores com a CMO, esclarecem que a Autarquia justifica este abate pelos “danos causados nas infra-estruturas e passeios pela maior parte das árvores" e ainda o facto de “a iniciativa da CMO ter correspondido aos pedidos de vários munícipes que se queixavam de estragos causados pelas ditas árvores nos seus muros e jardins”.

Mas estes moradores não aceitam estas justificações e diligenciaram para que a CMO convoque uma reunião urgente para a semana que se avizinha. Sabemos também que os moradores estarão a afixar cartazes de alerta.



Exmos. Senhores



Como sabem desde há muito que venho reclamando pelo abate de árvores que tenho visto aqui em Algés (anexo da av. Bombeiros Voluntários) . E ainda por cima tardam muito em replantarem quando dizem que as árvores estariam doentes.

Agora pessoas amigas fizeram-me chegar uma informação sobre o abate que está a ocorrer em Santo Amaro de Oeiras considerada a zona mais antiga de Oeiras, e que é marcada por edifícios históricos e zonas habitacionais muito bem harmonizadas, desde há muitos anos, por árvores de grande porte que lhe atribuem uma qualidade de vida única.

Grave, dizem os meus Amigos, é que o abate destas árvores está a ser feito sem que os moradores tenham sido informados das razões de tão violenta acção.

Desta forma apresento o meu protesto e gostaria que prestassem esclarecimentos sobre o que está a ser feito a esta zona de Oeiras. Quando vão ser as árvores substituídas?

Maria Clotilde Moreira - Algés

Ser e fazer diferente

Primeiro, o anúncio de 223 milhões; depois, a notícia que a "troika" informara o Governo que, afinal, seriam 500 milhões a dívida da Madeira.
O PSD não pode ser igual ao PS de Sócrates, que não divulgou todas as dívidas que legou aos portugueses e ao Governo PSD/CDS. O PSD tem de fazer a diferença e deve rapidamente anunciar qual a dívida da RAM.
As eleições regionais não podem ser manipuladas por uma dívida cujo valor anunciado, a confirmar-se, é colossal.
O Governo de Portugal tem de tirar os "esqueletos do armário" do Governo de Alberto João Jardim e do PSD/M, ainda que tenha como custo a vitória relativa nas "regionais". Para ser diferente.

32 – Algés – 2011


Saneamento - Obras



É só para avisar pois disponho de muito pouca informação. Vai arrancar em Algés uma grande obra de substituição de canos de esgoto. Por isso vai haver ruas desventradas, sentidos proibidos, impossibilidade de estacionar. Enfim as confusões do costume com o Inverno à porta. O estaleiro da firma está a ser montado no parque de estacionamento selvagem entre a Ribeira e o UDRA (Largo Comandante Augusto Madureira)