quarta-feira, 30 de setembro de 2009

2009 – Algés – 34

(Inauguração 4)


Jogar cartas no Jardim – Como já foi referido ultimamente por colaboradores do Oeiras Local, além da zona de cavaqueira e jogo no Parque Anjos, o Jardim de Algés tem outra zona junto à linha do eléctrico em frente do INA.

E, entretanto a seguir ao Caravela d’Ouro junto à Marginal foi construída outra área.

Ontem resolvi inaugurar este espaço. Não estava lá ninguém. Sentei-me numa das mesas, entre as paredes de ripinhas e ouvi o barulhinho que vem dos automóveis da Marginal e do comboio que apressado corre mesmo ali.

Reparei então que se pode até usufruir deste espaço para jogar à noite pois há um candeeiro mesmo ali encostado.
A foto não está famosa, mas consegue-se vislumbrar o posto com o candeeiro lá em cima.

Pensamento: Estão a começar a faltar-me os vestidos para as inaugurações.

Fotos: Maria Clotilde Moreira / Algés

11 comentários:

Anónimo disse...

Hã, e esta? o nosso Autarca não pára, tem sido sempre assim ao longo destas décadas, sempre c o espirito jovial q lhe dá aquele inesgotavel impulso de fazer sempre mais e melhor pelos oeirenses, neste caso pelos velhinhos q vão poder jogar as suas cartadas e ter os seus colóquios em melhores condições q nunca. E como é isto possivel? Graças a Isaltino Morais, um Autarca modelo q gosta do pormenor e n se esquece do elo mais fraco nunca. É por isso q temos todos q abraçar esta causa do nosso Autarca e no dia das eleições lá estaremos p o apoiar c o nosso voto.

Raquel

Anónimo disse...

Não diga besteira. Aquilo parece uma cavalariça. Não abriga do sol, do vento, do frio, da chuva nem do ruído. É apenas um mamarracho, mais poluição visual. Quem fez aquilo estava «cos» canecos.
Venha cá perguntar aos utilizadores e vai ver a resposta que lhe dão.

Anónimo disse...

Por acaso no dia em que estavam a montar essa estrutura eu estava no jardim, a Presidente da Junta também lá estava e constatei que estava francamente aborreçida com a obra pois acha que a Câmara deveria montar ali um equipamento maior e mais digno, já que havia espaço suficiente.
Fiquei aliás estupefacto, ao saber que a Câmara não dialoga com a Junta sobre as caracteristicas do que vai instalar.
Acho que em vez de se dialogar com quem melhor conheçe as necessidades da freguesia, preferem deixar este tipo de decisões ao critério exclusivo de técnicos que nada conheçem das caracteristicas do "terreno".
É lamentável esta situação.

TONE disse...

Não resido em Algés, mas visito regularmente.
Essas construções têm em vista a contemporaneidade e utilidade, mas são é completamente inadequadas ao uso que se lhes quis dar...

Anónimo disse...

É pena que só digam mal por dizer. Queriam o quê? que o nosso Autarca construisse uma edificação de betão? mais betão? uma construção de tijolo e cimento com aquecimentos e refeitório e quiçá um centro médico e de dia? Isso sim, causaria a locura certa nos detratores do Isaltino Morais! Reparem, o nosso Autarca apenas fez o q tinha a fazer, um pequeno abrigo, um pequeno resguardo p os velhinhos jogarem as suas cartadas. Não confundamos as coisas! n podia construir uma casa no meio do jardim de Algés!
Mas é bom que a oposição foque estes casos, porque a oposição não encontra defeitos na gestão e Obra do Isaltino Morais, então, e quando vê que o ataque pessoal ao Isaltino não colhe ataca a sua obra, mas a sua Obra é tão bela, tão grandiosa e bem executada que no meio de tanta perfeição a oposição só encontra defeitos neste abrigo para os velhinhos jogarem ás cartas. Ainda bem q assim é, sinal que o Isaltino Morais tem uma obra dificil de criticar.

Raquel

Anónimo disse...

Raquel, Raquel, Raquel;

Ponha essa cabeça de dois neurónios a funcionar.
Para que servirá um abrigo? Para enfeitar? Veja no dicionário se não souber e pergunte a si própria(o) se as funções deste abrigo estão cumpridas. Resguarda do sol, do frio, do vento, da chuva? Não. Não. Não. Não. Então, trata-de de mais um mamarracho, de uma despesa inútil, pensada e executada com os pés.
E não diga mais disparates que só prejudica o patrão.

TONE disse...

...a que empresa foi adjudicada a obra?
;)

Makaveli disse...

Raquel ainda bem que não vive em Porto Salvo ou mesmo Barcarena, tenho a certeza que não iria gostar assim tanto do Presidente da CMO.

Só por curiosidade existe um mito que uma determinada porta da CMO é blindada...

É verdade?

Anónimo disse...

O amor é cego. Quem feio ama bonito lhe parece.

Mais conccretamente... MONEY! MONEY! MONEY!

Anónimo disse...

Este jardim não tem casas de banho para adultos. Dizem que há só no parque infantil e com retretes pequeninas. Dizem que há crescidos que vão fazendo em qualquer sítio. Ou então envergonhados tomam uma garrafinha de água e vão ao café.

Tino Colmeia

Anónimo disse...

Quem é esta RAQUEL ? Não sou conhecedor dos bastidores de Oeiras. Apenas um novato que pretende conhecer um pouco da vida autárquica .Por favor, quem é esta Raquel que é tão mencionada e que escreve também muito.