sábado, 19 de setembro de 2009

Helder Sá - Queijas




16 comentários:

Diogo disse...

Pelo menos, o Helder Sá tem cara de boa pessoa!

Pedro disse...

MAFIOSO é o gajo de Barcarena, o LUis Rocha, que é verde-laranja declarado.

Está feito com o Isaltino desde sempre.

Pobre Isabel está rodiada de traidores á causa do PSD, a menos que PSD seja IOMAF?

Anónimo disse...

A mensagem dp candidado PSD a Barcarena:

(...) Falar de problemas reais, trabalhar para soluções, acabar com o folclore dos protagonismos, lutar por objectivos e superar obstáculos, vão ser os desafios dos próximos tempos.
Que a serenidade e a clareza que nos têm acompanhado ao longo da vida do partido não nos conduza à construção de Mais Oeiras para os Oeirenses.

A Dra. Isabel Meirelles é o rosto do futuro e da mudança que Oeiras precisa!

Luís Rocha (...)

E esta do «não nos conduza à construção de Mais Oeiras para os Oeirenses.» tem de ser traduzida para português,

Este é o exemplo de mais um colono a explorar e a viver à custa de Barcarena e do concelho de Oeiras, um analfabeto, pseudo «dirigente associativo» a tentar viver da «política», um protagonista igual a milhares de tantos outros.

Ele foi colocado no PSD pela mão do Isaltino Morais e é um serviçal dessa gente.

O PSD está de rastos, tal qual está o PS e o IOMAF, o povo de Oeiras está LIXADO com toda esta gentalha.

Anónimo disse...

A cena tem repetição:

Em 10 candidatos do PSD às freguesias do concelho de Oeiras, apenas 1 (um) deles, é natural deste concelho, que aqui nasceu, cresceu e vive.

Todos os outros são imigrantes, vindos das antigas colónias e de outros lugares do território continental, na busca de condições de vida (não vieram para servir a grande Lisboa).

Perguntamos (nós os oeirenses...): - que sabe essa gente do concelho e das freguesias que dizem querer servir e representar?

Sabendo nós, que alguns deles, são verde-laranja, servidores do isaltinismo que nos roubou e colonizou durante 25 anos.

O meu voto, iria para José Pedro Barroco, mas a presidente da autarquia, será Isabel Meireles uma oeirense, ou mais outra imigrante ...

Anónimo disse...

O candidato a Queijas não vive lá e ainda se gaba de ter feito oposição ao psd, no governo de Cavaco. É o máximo!

Zé Alves disse...

Conheço o Helder Sá, candidato a Queijas, por isso só deve falar dele quem o conhece. Ele não se gaba de fazer oposição ao PSD e a Cavaco, disse que esteve contra o Governo de Cavaco no caso da Ponte 25 de Abril, em Junho de 1994. Pessoas assim não são paus mandados dos outros, como por exemplo o Salvador Costeira, de Porto Salvo, IOMAF, que é um pau mandado do Isaltino.A Paula Teixeira da Cruz andar a dizer mal do Santana, deitar abaixo o Santana e a sua campanha, pelo vistos não tem problema para anónimo das 17.05. Os actuais Presidentes de Junta, com excepção do de Barcarena, Victor Alves, sõ sabem venerar Isaltino, não sabem fazer mais nada. O Salvador Costeira nem mete os pés na Junta, em Paço de Arcos o Nuno Campilho é um fracasso, interessa-lhe mais o tacho nos SMAS, não fosse o Nuno Luís, do PSD e há muito que a Junta tinha caído.Os Presidentes de Junta IOMAF esperam ser reeleitos à boleia do Isaltino, pois a credibilidade de Salvador Costeira, Nuno Campilho e Luís Viana anda muito por baixo.Uns têm o nome (os do IOMAF), os outros trabalham (os do PSD). Quanto ao Helder Sá, chegado há pouco Mercado de Queijas onde ele apresentou a sua candidatura, pelo facto de o ter feito num sítio onde existem pequenas empresas comerciais, define o carácter do candidato PSD MAIS OEIRAS a Queijas, a sua presença foi um reconhecimento do valor que dá ao pequeno comércio. Não é de Queijas? Qual o problema? Isaltino quando ganhou as eleições em 1985, o que conhecia de Oeiras? O Helder Sá trabalha em Queijas e em mais 7 freguesias de Oeiras, para além de ter percorrido em trabalho TODAS as ruas de Queijas e Linda-a-Pastora entre Junho e Setembro de 2007.

João - Valeijas disse...

PIOR ainda ...

O candidato por Barcarena, Luis Rocha, diz que é militante do PSD, foi colocado no partido por Isaltino Morais, agora é candidato por Isabel Meireles, mas faz a campanha do IOMAF

Pobre Isabel está rodeada de gente má.

Isabel Magalhães disse...

Conheço o Helder Sá há pouco tempo mas tenho a melhor das impressões a seu respeito. É uma pessoa correcta, educada e empenhada e demonstra conhecer bem o trabalho que faz.

Os leitores do blog não são tontos e sabem 'peneirar' os comentários anónimos que visam apenas criar instabilidade.

'Eles andem aí'!

Makaveli disse...

MInha Cara Isabel, infelizmente parece que anda aí uma campanha de chamar, mentiroso e bla bla a tudo o que não é IOMAF.


Enfim...

João Salgueiro disse...

Boa noite ao fórum OL;

Quando leio alguns comentários adjectivando de "colonos" e "colonizadores" alguns residentes e não residentes, "naturais e não naturais de Oeiras" fico sempre muito, muito inseguro e quase preciso de ir ao divã da minha psicanalista...

Tenho 46 anos. Nasci numa aldeia perdida algures no Distrito de Portalegre. Vivo há 42 em Algés.

Serei um "colono"?

Aceitei o convite para fazer parte da equipa de Algés pela "Coligação Mais Oeiras"; quando for eleito passarei a ser um "colonizador"?

Um dos meus pequenos nasceu no Hospital do SAMS na freguesia de Santa Maria dos Olivais mas registei no assento de nascimento o "meu" Algés.
Agora que revelei este "segredo" passou fazer parte dos "perigosos colonos disfarçados"?

Deverei esconder este terrível segredo ao meu pequeno?

Para não correr risco de potencial estigma e como estou a pensar em ter outro descendente deverei ponderar um pedido ao Hospital do Coração em Carnaxide para que abram uma excepção e contratem um Obstetra ou deverei convencer a mãe a realizar um parto natural em casa, mais precisamente na varanda, para fixar uma foto com vista da baixa de Algés em plano de fundo para que não existam dúvidas que é MESMO de Oeiras?

Isabel, Tiazoca, Clotilde, AFS, etc, ajudem-me por favor!...

AFS disse...

Caro João,

Inacreditável! Todos pensávamos que o João era um dos nossos! Afinal é mais um desses colonizadores!

(...)

Enfim, acho que todos nós [do OL] já deixámos de dar conversa aos anónimos que vêm cá com essa cassete. Da minha parte, é passar à frente.

Afonso de Melo e Cunha disse...

Caro João;

A competência, honestidade e credibilidade não tem... "naturalidade".

Para o meu DaFundo até podia vir um candidato espanhol desde que me desse as garantias em cima e que metesse no bolso o actual "Bombeiro troca-mangueiras de 4 em 4 Anos".

"Xenofobia Local". Só nos faltava mais esta originalidade neste concelho... original.

Afonso de Melo e Cunha disse...

Não conheço bem a freguesia de Barcarena.

Contaram-me que é uma freguesia "rica" porque uma grande percentagem do orçamento que lhe permite realizar mais obra que as congéneres deriva das receitas do...cemitério que pertence à freguesia.

Confesso que não consegui evitar um sorriso porque comecei logo a imaginar como a Junta realiza o seu Plano Anual/Orçamento:

1. levantamento etário da população,
2. inquérito às patologias dos eleitores maiores de 85 anos,
3. renegociação de parcerias com as funerárias,
4. atracção da população idosa para a freguesia com oferta de serviços vocacionados (ginásios com RPM, Squash, coisas "leves"),
5. palestras anuais sobre as vantagens do consumo de sal e ainda as económico/ambientais aconselhando a substituição da conservação por congelação dos alimentos pela ancestral salmoura,
6. Azeite e alimentos ricos em Omega3 taxadas com imposto especial.

Uma "sortuda" esta Freguesia!

Isabel Magalhães disse...

João;

Não o posso ajudar; a minha história é quase quase igual à sua.

Nasci em Lisboa na Baixa Pombalina, vivo em LaV há 40 anos, os meus filhos foram, num instantinho, nascer a Lisboa ao Bairro de Alvalade e voltaram para casa passados poucos dias. Tirando o colégio até ao fim do ciclo preparatório e as faculdades, foram alunos da Sec de LaV, vivem em LaV e trabalham no concelho de Oeiras. Os meus netos nasceram no vizinho HSFX e estão registados cá na freguesia, mas não corro o risco de ser eleita porque a meu pedido fico sempre no fim da lista. Por isso, de colonizadora já escapei.

Quanto aos comentadores a que alude, há muito que desisti de dar resposta. Não há saúde que aguente!

Um abraço para si.

Um de Queijas disse...

Se o que o PSD tem para oferecer a Queijas, não há dúvidas de que Queijas merece mais.

Joaquim Sena disse...

Caro João Salgueiro

Eu nasci numa freguesia do concelho de Oeiras há mais de 75 anos.
Durante 20 anos, depois de 1970, tive uma casinha que reconstrui no Alentejo, depois vendi essa e fiz o mesmo numa outra mais perto da região de Lisboa, próximo das terras saloias de Torres Vedras.

Enquanto lá vivi (aos fins de semana) éramos sempre «os gajos de Lisboa» a gente de fora. Afastados pelas gentes de lá (em ambos os lugares), e como se nem fossemos portugueses.

Agora não saiu mais da minha verdadeira terra, do concelho de Oeiras, onde trabalho pelo bem comum (longe dos partidos) e onde ainda se luta pelo direito ao desenvolvimento e bem-estar social de todos (e não apenas de alguns, vindos de fora).

Colonos são todos aqueles que tem por fim, num hiato de tempo auferirem bens e rendimentos, para depois abandonarem e dizerem mal da terra e das gentes que os acolheram e ajudaram (inclusive a enriquecer).

Colonização, fui tudo aquilo que muita gente dos partidos PS, PSD, IOMAF, CDU e BE tem feito aqui e noutros lugares, sem sequer serem naturais de cada um dessas terras.
Fazem-no em nome das suas carreiras políticas dos partidos e do poder que servem fielmente, como foi o caso de Isaltino Morais quer no PSD quer agora no IOMAF.

Se esta Nação tivesse tido nos últimos 100 ou 50 anos, políticos competentes, capazes de ordenar este território, nem o meu amigo nem outros, não necessitavam de fugir dos locais onde nasceram, para procurarem e obterem outras condições de vida (aparentemente melhores) junto das grandes regiões metropolitanas de Lisboa, Porto, Coimbra, Setúbal, onde mais de 87% da população vive, abandonando cada vez mais as suas origens e desertificando o interior do país.

Isso é colonização meu caro, de quem foi a culpa?