segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Fortuna de Isaltino em contas de família

4 comentários:

José António Lourenço Martins Baptista disse...

Um rapaz pobre duma família rica...

Anónimo disse...

O sócio D. Lima está preso e ainda não foi julgado, este foi condenado e anda á solta a gozar dos rendimentos.

Isabel Magalhães disse...

O que são 240 mil euros - em dois anos - comparados com a offshore de mais de 380 milhões do "nosso" emigrante de luxo, a quem a justiça não pediu contas nem há garantia de que as peça?

Isabel Magalhães disse...

Ah! Esqueci-me de mencionar que a offshore é alegadamente da família...