sábado, 31 de maio de 2008

EXPOSIÇÃO

SILVINA LYNCE
tem o prazer de convidar para a inauguração da exposição
a realizar em 2 de Junho pelas 18 horas na
BIBLIOTECA OPERÁRIA OEIRENSE
R. Cândido dos Reis, 119 r/c - Oeiras

2 a 14 de Junho
Horário: 2ª a 6ª Feira das 15h00 às 19h00
Sábado 9h00 às 13h00

ACIDENTE E INCÊNDIO NA MARGINAL

Simulacro: Avenida Marginal fechada ao trânsito entre as 09h30m e as 11h30m


31 de Maio de 2008, 06:59

Lisboa, 31 Mai (Lusa) - A Avenida Marginal estará hoje fechada ao trânsito, entre as 09:30 e as 11:30 devido a um simulacro de acidente de viação, seguido de incêndio na Estrada da Marginal, adianta fonte da Câmara Municipal de Oeiras.

Nesta acção participam as sete corporações de bombeiros do concelho de Oeiras, a Polícia de Segurança Pública e a Polícia Municipal.

Esta iniciativa insere-se no âmbito da Semana da Protecção Civil, que decorre de 26 a 31 de Maio, no concelho de Oeiras. O objectivo é dar a conhecer à população a Protecção Civil, os meios de que dispõe e os respectivos meios de actuação.
Lusa/Fim

E diz o Oeiras Local entre [ ] e a vermelho a respeito do comentário de uma conhecida 'caricatura' do 'blog do povo':
«(...) Já os automobilistas não têm alternativas, a não ser que paguem, claro a portagem da auto-estrada ou que estejam horas parados no trânsito caótico que este evento gera, [o evento é largamente divulgado e só vai 'entupir' o trânsito quem não respeita os direitos dos outros...] numa armadilha [ui ui! reminiscências da caça...] que colhe cidadãos [é alguma 'largada'? estamos em San Fermin?!] que gostam de fazer outras coisas a um Sábado de manhã; como por exemplo passear de carro [de carro chaço, podre de velho, a fugir da polícia...] e desfrutar o prazer da condução apreciando a paisagem [a poluir, a poluir, porque ao sábado também se polui, a menos que a poluição de sábado seja "benta"...]. Mas também falo de cidadãos que se querem reunir com suas famílias, de um pai que quer ir ter com uma filha, de avós que querem ir ver seus netos, [podem sempre optar por ir mais cedo e voltar mais tarde...] ou de um médico que numa urgência tenha que assistir um doente ao domicilio [a A5 serve para quê? e além da A5 há estradas e caminhos alternativos que até constam do mapa de estradas de Portugal e do concelho]. Estes são apenas alguns exemplos [da caturrice de alguém que não pode prescindir de 4 horas duas vezes/ano a favor da comunidade ao serviço da qual diz estar...] de contribuintes em seus impostos que necessitam de uma via estruturante [eheheh eheheh] que por capricho de alguns e teimosia de outros [ui ui!] é sistematicamente [aconselha-se a ida a um qualquer dicionário da Língua Portuguesa ver o significado da palavra] vedada à circulação automóvel, o fim para que foi construída. [só faltou a cantiga do 'Bandido' e do 'sócio cabecilha'... ]»
VIVA a Marginal Sem Carros e que a mensagem passe.
E mais uma vez felicitamos a
CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS
pela iniciativa!
"VENHA MEXER-SE NA MARGINAL"
1 de Junho DIA MUNDIAL DA CRIANÇA

Dia Mundial sem Tabaco.

Tabaco atinge 637 mil crianças

Há 637 mil menores de 15 anos em Portugal expostos ao fumo do tabaco consumido em casa pelos pais e irmãos mais velhos. O valor nacional resulta de um estudo da Universidade do Minho, divulgado ontem. Hoje assinala-se o Dia Mundial sem Tabaco. ...

sexta-feira, 30 de maio de 2008

ÚLTIMA HORA

.
recebido por mail:


" A ASAE foi à igreja e encerrou a porta. As hóstias não tinham selo de qualidade; o vinho não estava engarrafado; e, mesmo sendo proibido fumar, havia beatas por todo o lado."


imagem: © josé antónio / comunicação visual - CLIQUE PARA AMPLIAR
.

Parque às moscas - Algés


[Clique na imagem para ampliar]
O Oeiras Local agradece ao Jornal da Região - Oeiras, os artigos publicados nesta data

Da caixa de comentários


boas,
A Serul já tem nova direcção,
fica aqui a informação

Para complemento da informação deixada juntamos o link

Sociedade de Educação e Recreio "Os Unidos de Leceia"

ELEIÇÕES PSD

[Clique na imagem para aumentar]

Amanhã, sábado 31 de Maio de 2008, das 10h00 às 17h00, é dia de eleições no PSD. Vamos apoiar PEDRO PASSOS COELHO. Vamos dar-lhe o nosso VOTO!

VOTEM PEDRO PASSOS COELHO!


GASOLINA por R.A.P.

[Clique na imagem para aumentar]

Recuo no estacionamento pago



O Oeiras Local agradece ao Jornal da Região - Oeiras

Edição 27 Maio a 2 Junho 08

A propósito de "Reedição Desejável"

É a propósito, mas foi puro acaso!
Depois de ler o sempre apetecível texto desse grande Senhor que dá pelo nome de Jorge Miranda, fui visitar um blog recém-criado (Os Bardinos) e deparei-me com o post "Paço de Arcos e a sua História" (primeira parte), baseado precisamente no livro de Branca de Gonta Colaço e Maria Archer "Memórias da Linha de Cascais".
É certo que, de acordo com os Estatutos de "Os Bardinos", apenas são citaddas referências a Paço de Arcos, mas para quem pretenda conhecer um pouco da Vila e do próprio livro, vale sempre a pena.
Eu, pessoalmente, começo a ser visitante obrigatório deste blog.

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Portugueses acusados de torturar crianças no Iraque...



Acordo ortográfico? Para quê?

Como parece que há leitores que ainda não conseguiram perceber que se trata de um forward recebido por e-mail, - como, aliás, está escrito no fim do post - juntamos um reforço da informação:

Isto é um FORWARD recebido por e-mail.


«... se a ONU reconhece oficialmente a existência de 3 línguas em português:

mais informação

27/05/2008
Ban preocupado com alegações de abuso sexual (Português para o Brasil)
27/05/2008
Mais de 40% das vítimas são crianças na África do Sul (Português para África)
27/05/2008
Aiea: novo relatório sobre programa nuclear do Irã (Português para o Brasil)
27/05/2008
Bélgica prende ex-vice-presidente da RD Congo (Português para África)
27/05/2008
Soprano Barbara Hendricks canta para refugiados (Português para o Brasil)

Veja mais


ver em: http://www.un.org/av/radio/portuguese/ »

[recebido por e-mail]

CONCERTO - FMP

No próximo sábado, o PEDRO BAIÃO fará parte do grupo de alunos da Oficina de Música Antiga da Escola de Música Nª Senhora do Cabo, de Linda-a-Velha que irá actuar na FMP. Segundo informação que nos fez chegar irá tocar cravo. Uma excelente oportunidade para ouvir e apoiar o trabalho da escola.

FUNDAÇÃO MARQUÊS DE POMBAL
PALÁCIO DOS ACIPRESTES
Av. Tomás Ribeiro, 18
2795 -183 LINDA-A-VELHA
Tel: 21 415 81 60/1
Email:
geral@fmarquesdepombal.pt
31 de Maio às 17.00h
Escola de Musica de Linda-a-Velha
Palácio dos Aciprestes

PONTOS DE VISTA





REEDIÇÃO DESEJÁVEL


Há obras que o tempo não desgasta. Os anos passam, as realidades transformam-se, mas a sua leitura é sempre desejável, aprazível e oportuna. Faz-nos mergulhar nas malhas do passado, nas teias das recordações, e estabelecer nexos com o presente. Ajuda-nos a compreender o curso do território e das mentalidades e a situarmo-nos no espaço. São obras que proporcionam um meritório esclarecimento e fornecem referências que alimentam a identidade. Elas próprias constituem uma referência.
Sem dúvida, podemos enquadrar nesta situação a obra de Branca de Gonta Colaço e Maria Archer Memórias da Linha de Cascais.
Editada no distante ano de 1943 pela Parceria António Maria Pereira, em breve se esgotaria. E a sua procura animou o mercado livreiro-alfarrabista. Até que, há cerca de meia dúzia de anos, numa apreciável iniciativa conjunta (julgamos que inédita neste âmbito), as câmaras de Cascais e Oeiras decidiram proceder à sua reedição fac-similada. O êxito foi total. Rapidamente, de novo, se esgotou. E a procura continua.
Não só por constituir um garantido sucesso editorial mas, sobretudo, por contribuir, cívica e pedagogicamente, para a assunção do sentimento de pertença a esta região, julgamos que já tarda a sua nova reedição, nos moldes da parceria já ensaiada. E, aproveitando a embalagem, outras iniciativas editoriais, com interesse para os dois concelhos, se deveriam empreender, como a dos opúsculos da autoria de D. José Coutinho de Lencastre sobre o veraneio no nosso litoral, na segunda metade do século XIX, como, aliás, tivemos oportunidade de sugerir aquando da apresentação da segunda edição das Memórias da Linha de Cascais.
Haja, pois, vontade política. Leitores interessados não faltam.


O Oeiras Local agradece ao autor e ao Jornal da Costa do Sol a cedência do artigo.
Foto: Oeiras Actual

terça-feira, 27 de maio de 2008

jantar-tertúlia da Espaço e Memória II

.
CLIQUE PARA AMPLIAR

Além de assistir a uma excelente palestra e fruir um óptimo jantar, a exemplo do que aconteceu recentemente, aproveite a oportunidade de estar presente para se associar na Espaço e Memória, e beneficiar, entre outros, das habituais reduções de preços nos eventos que não são de entrada livre. Para saber mais, consulte o nosso site clicando AQUI.

Honre-nos com a sua presença!


nota: O dia 20 de Junho é uma Sexta-feira.
.

A EVOLUÇÃO DO ROUBO

Sabia que o Mundo pode caber na Sua casa?


Cara Família;

No início do próximo mês de Setembro, vão chegar a Portugal cerca de 70 estudantes vindos de vários países, com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos, para participar no Programa AFS.

A vossa família poderá participar no Programa AFS – Famílias de Acolhimento 2008, acolhendo um(a) jovem estrangeiro(a) por um período lectivo (trimestral, semestral ou anual). Permitindo assim que um estudante estrangeiro, aprenda a cultura e a língua portuguesas e ao mesmo tempo partilhe a sua cultura e língua de origem com a vossa família.

Caso pretendam participar e ser uma família de acolhimento, poderão pedir mais informação sobre o programa e sobre estes estudantes, através dos seguintes contactos:

Tel: 21 324 7070
e-mail: daniel.ferreira@afs.org


Também poderá consultar o nosso site : www.intercultura-afs.pt


Aguardando notícias vossas, subscrevo-me com as melhores Saudações Interculturais!

Daniel Ferreira
Coordenador de Recrutamento


segunda-feira, 26 de maio de 2008

Consumidor ou Proletário?

O Jumento#links

mexa-se na MARGINAL

.

CLIQUE PARA AMPLIAR
.

fábula portuguesa

.
recebido por email sob o título em epígrafe:


Uma adolescente de 16 anos pode fazer livremente um aborto mas não pode pôr um piercing.
Um cônjuge para se divorciar, basta pedir;
Um empregador para despedir um trabalhador que o agrediu precisa de uma sentença judicial que demora 5 anos a sair.
Na escola um professor é agredido por um aluno.
O professor nada pode fazer, porque a sua progressão na carreira está dependente da nota que dá ao seu aluno.
Um jovem de 18 anos recebe €200 do Estado para não trabalhar; um idoso recebe de reforma €236 depois de toda uma vida de trabalho.
Um marido oferece um anel à sua mulher e tem de declarar a doação ao fisco.
O mesmo fisco penhora indevidamente o salário de um trabalhador e demora 3 anos a corrigir o erro.
O Estado que gasta 6 mil milhões de euros no novo Aeroporto da Ota recusa-se a baixar impostos porque não tem dinheiro.
Nas zonas mais problemáticas das áreas urbanas existe 1 polícia para cada 2.000 habitantes; o Governo diz que não precisa de mais polícias.
Numa empreitada pública, os trabalhadores são todos imigrantes ilegais, que recebem abaixo do salário mínimo e o Estado não fiscaliza.
Num café, o proprietário vê o seu estabelecimento ser encerrado só porque não tinha uma placa a dizer que é proibido fumar.
Um cão ataca uma criança e o Governo faz uma lei.
Um professor é sovado por um aluno e o Governo diz que a culpa é das causas sociais.
O IVA de um preservativo é 5%. O IVA de uma cadeirinha de automóvel, obrigatória para quem tem filhos até aos 12 anos, é 21%.
Numa entrevista à televisão, o Primeiro-Ministro define a Política como 'A Arte de aprender a viver com a decepção'.
Estaremos, como Portugueses, condenados a aprender a viver com este Primeiro-Ministro?

Ilustração: © josé antónio
.

União Recreativa do Dafundo


O Clube União Recreativa do Dafundo está a promover, de 17 de Maio até 10 de Junho, um conjunto alargado de actividades desportivas e lúdicas, marcando deste modo as comemorações do seu 69º aniversário.
Sede: Rua 1º de Maio 12-B
1495-745 CRUZ QUEBRADA-DAFUNDO
Telefone: 214194970 - Fax: 214 197 551

domingo, 25 de maio de 2008

A NOSSA VANESSA




Vanessa Fernandes quebra dois novos recordes


Vanessa Fernandes ganhou, este domingo em Madrid, a Taça do Mundo de Triatlo, com mais de um minuto de avanço sobre a segunda classificada. Com esta vitória, a portuguesa quebra dois novos recordes. (...)

Eleições PPD/PSD


PSD


Ferreira Leite e Passos Coelho disputam vitória ombro-a-ombro

Manuela Ferreira Leite e Pedro Passos Coelho disputam ombro-a-ombro a liderança do PSD, de acordo com uma contagem de espingardas, distrito a distrito, feita pelo SOL. Passos Coelho parece assim recuperar terreno, depois do enorme favoritismo atribuído à partida a Ferreira Leite. Santana Lopes fica-se, por ora, pelo terceiro lugar (...)

Da caixa de comentários



Caro Senhor Luz Soreano
Os meus respeitosos cumprimentos,

A sucessiva reeleição de Isaltino Morais (ao longo de 22 anos) vem provar que ele prossegue uma política social e de desenvolvimento do concelho de Oeiras, no seu conjunto. Mostrou ser um homem sério e com imensa iniciativa, é um autarca absolutamente ímpar. O senhor acha que se ele fosse um cretino ou um corrupto o Povo que é soberano e inteligente, alguma vez mais o elegeria, penso que um Povo livre, idóneo, jamais o faria, julgo eu.

Sabe eu nasci no concelho de Oeiras, e ao longo dos meus actuais 75 anos de idade, raramente (pontualmente) vi as famílias naturais do nosso concelho e os jovens em particular a reclamarem por falta de habitação, tanto mais que, Isaltino Morais diz que o maior índice de cidadãos com formação superior existe justamente no concelho de Oeiras. Isso indicia que existe aqui muito poder de compra, excepcional mesmo, a ver pelos factos que nos referem, com habitações a partir dos 300.000 Euros, até mais de 2.000.000 Euros.

Consta que, apenas os imigrantes estrangeiros, chegados a Portugal nos últimos 15 a 10 anos, e outros, imediatamente após a descolonização das nossa colónias africanas, é que não dispunham ainda desses recursos económicos (a maioria estuda, muitos deles em universidades, outros trabalham e estão absolutamente inseridos na nossa cultura e sociedade multiracial e multicultural …) assim e legitimamente, Isaltino Morais, no ano 2000 erradicou todas as barracas, e nesses terrenos construiu mais habitações e condomínios de luxo, em seguido, teve a possibilidade de oferecer habitações dignas a esses imigrantes, uns nacionais e outros estrangeiros, africanos no geral.

O povo que aqui nasceu, nunca reclamou, logo admite-se que esteja absolutamente integrado, naturalmente dotado de todas as condições de vida, algumas até de excepção, para sustentarem bons empregos e standards de qualidade de vida, bem acima da média europeia.

Dado que os oeirenses suportam facilmente todos esses custos de habitação, incluindo as novas e crescentes centralidades urbanas de algumas freguesias do interior do concelho (com menos densidade urbana, e que é urgente povoar …) como a de Barcarena, onde na antiga fábrica da pólvora de Barcarena (que não conheço, mas vejo nas fotografias) detém lindíssimos espaços e moradias de luxo, com piscinas, campos de golfe, e custos suportáveis para todos, excelentes iniciativas e promoções do BES.

Meu caro em Oeiras tudo vai bem, afinal quem estará errado, os oeirenses ou o senhor?

Com apreço,

Um elemento do Povo, de uma freguesia do concelho de Oeiras

Galp de Estado, já!...

A PROPÓSITO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL DE OEIRAS

PARA QUE TODOS POSSAM LER
Em 2003 – Ano Internacional da Pessoa com Deficiência conhecedora de algum trabalho que se vem fazendo forneci alguns dados e na Assembleia Municipal de 2 de Dezembro de 2003 a bancada da CDU fez algumas sugestões na perspectiva de permitir a que cidadãos deficientes, invisuais, idosos e acamados tivessem livros à sua disposição.
O Manifesto de Oeiras / encontro Pulman “ subscrito por 36 países baseou-se “que as bibliotecas têm um papel vital no desenvolvimento da Europa”.
Assim e havendo já muito trabalho feito noutras Bibliotecas propunha-se:
- que fossem feitos acordos para a obtenção de exemplares em Braille e gravados em cassetes junto, por exemplo da Biblioteca Nacional –Leituras Especiais, Bibliotecas Camões, de Gaia, de Abrantes e Municipal Sonora do Porto;
- que esta nova valência da Biblioteca Municipal de Oeiras fosse amplamente divulgada não só junto das Juntas de Freguesia mas das várias instituições de Solidariedade Social do Município;
- que fosse encarado um serviço domiciliário de entrega e recolha de livros como estava a acontecer em Lisboa – Gabinete Referência Cultural / Biblioteca Camões, sugerindo os voluntários do Coração Amarelo, dos vários Centro de Dia ou até carrinhas das Juntas de Freguesia;
Que fosse divulgado os procedimentos a ter na requisição de cassetes gravadas que pode fazer-se gratuitamente através dos Correios – Cecograma para a Biblioteca Nacional.
Depois em Junho de 2006 entreguei na Biblioteca Municipal de Oeiras cópia da proposta da Assembleia Municipal e dos seus 5 anexos informativos do que se faz noutras bibliotecas, mas até agora não houve qualquer resposta nem vi que tenha sido implementada qualquer coisa neste sentido.
Clotilde Moreira / Algés

DIGA NÃO À GOLPE


Jazz improvisation

Pedro Baião (aqui) e (aqui)

sábado, 24 de maio de 2008

CORRIDA CONTRA A FOME


Bom dia;

Para quem estiver interessado vai decorrer no próximo dia 1 de Junho, em Lisboa, a Corrida Contra a Fome.

Corrida da Mulher

Venha correr, marchar ou caminhar... junte-se a esta causa!

25 de Maio 2008
11.15h
Contamos consigo!

O cancro da mama é a forma de cancro mais comum na mulher.

Prevenir é o caminho indicado.



em vias de extinção...

.
A cada dia que passa, a cada segundo, cada vez mais se tornará impossível obter imagens como estas, pobres ilusões de um tempo que já foi, que deixará de ser. Dias virão em que serão mesmo apenas uma remota e singela memória da terra onde vivemos, da mãe onde fomos. Já não falta muito...

TEJADILHO DE COMBOIO PÁRA-EM-TODAS,
PAREDE DA FUNDIÇÃO DE OEIRAS,
COBERTURA DA PLATAFORMA DA GARE
ESTAÇÃO DE OEIRAS

fotos: 20 MAI 08, ca. 14:45H., © josé antónio / comunicação visual - CLIQUE PARA AMPLIAR
.

sexta-feira, 23 de maio de 2008

PONTOS DE VISTA




OBJECTIVAMENTE INEXISTENTES


A Biblioteca Municipal de Oeiras foi criada a partir do núcleo legado, ainda nos anos 40, pelo munícipe, homem de cultura e destacada figura cívica que foi Archer de Lima. Este acervo, de muitas centenas de espécies, é rico e tematicamente variado. Nele se integram exemplares que, actualmente, são raridades e que constituem consulta obrigatória para o estudo de algumas áreas do saber.
Para além deste filão, possui também a biblioteca um outro valioso conjunto de obras sobre o marquês de Pombal e o seu tempo, igualmente na ordem das centenas de exemplares, adquirido pela autarquia, por iniciativa da vereadora Salete Salvado, aquando da comemoração do segundo centenário da morte do ilustre e ainda polémico conde de Oeiras.
Estamos, pois, em presença de dois núcleos bibliográficos de inegável apreço, cuja posse suscitaria a inveja de tantas bibliotecas. No entanto, inexplicavelmente, qualquer destas colecções não se encontra à leitura. A primeira, desde que a biblioteca se transferiu para as suas actuais instalações; a segunda nunca teve a ventura de conhecer leitores, nestes cerca de 25 anos de permanência. Jazem, sepultas, talvez em deficientes condições de conservação, na cave… sonegadas à curiosidade dos leitores. Lamentavelmente inacessíveis! Nem no ficheiro informático constam. São objectiva e funcionalmente inexistentes!
Oeiras desperdiça assim um património valioso, desde há anos. Inércia ou insensibilidade impedem o desejável aproveitamento destes acervos? Então o que se passa?
Archer de Lima, se pudesse ver o destino da sua biblioteca, arrepender-se-ia, com certeza, de a ter deixado à Câmara Municipal de Oeiras, assim como a Dr.ª Salete Salvado não teria proposto a aquisição da colecção pombalina…
Sempre há coisas que não se entendem!...

Jorge Miranda
(jorge.o.miranda@gmail.com)

O Oeiras Local agradece a cedência do artigo ao autor e ao Jornal da Costa do Sol
Foto: Oeiras Actual

Dia de Unidade

.
video

Camarada Pára-quedista, hoje é dia de PRONTIDÃO MÁXIMA !!

O QUE SOMOS ?
AMIGOS !

O QUE QUEREMOS ?
ALVORADA !

O QUE AMAMOS ?
O PERIGO !

O QUE TEMEMOS ?
NADA !

EM POSIÇÃO,
JÁ !

EM POSIÇÃO,
JÁ !

EM POSIÇÃO,
JÁ !

nota: Quem morrer reagrupa no inferno... :)))

video


Visite as Tropas Pára-Quedistas.


video 1: © Baptista (SSAR PQ) / josé antónio-comunicação visual

video 2: DAQUI
.

Fliscorno: Diga não à Golpe


quinta-feira, 22 de maio de 2008

PEDRO BAIÃO - Playing Scarlatti and Shostakovich

Conheça o Pedro Baião (aqui)

INTRIGANTE

Tem "truque", mas está muito bem feito...


http://kardini.fateback.com/telepatiav.htm

Coisas de Linda-a-Velha (2)

Ainda a situação dos parquímetros na zona da Av. Carolina Michaelis e Largo da Lagoa.


Exmº(ª). Senhor(a)
Residente / Empresário / Comerciante
Da zona envolvente à
Av. Carolina Michaelis e Lg. Da Lagoa
Em Linda-a-Velha


Linda-a-Velha, 21 de Maio de 2008


Assunto: Instalação e entrada em funcionamento dos parquímetros na área envolvente ao Lg. da Lagoa e Av. Carolina Michaelis em Linda-a-Velha.


Exmº(ª). Sr(a).

Respeitosos cumprimentos.

Tendo tomado conhecimento da intenção da empresa municipal Parques Tejo, de pôr em funcionamento o sistema de tarifação de estacionamento no próximo dia 26.05 do presente ano, vimos informar Vª. Excª., da posição assumida por esta Junta de Freguesia e transmitida ao Sr. Presidente da Câmara Municipal de Oeiras, em 29.10.2007 e 19.05.2008.

1. A zona tem pouquíssima rotatividade no estacionamento sendo muito diferente por exemplo da Av. Dos Combatentes, em Algés, não sendo assim de manter as tarifas que estão previstas devendo as mesmas ser reduzidas.
2. A rotatividade é baixíssima. Normalmente, e porque estamos em presença de uma zona habitacional e empresarial de pequenas e médias empresas, as viaturas são de locais, funcionários que chegam de manhã e retiram as mesmas ao final do dia. Assim uma viatura encontra-se estacionada no mesmo local entre 7 a 8 horas.
3. Existem algumas zonas comerciais e de serviços, constituídas por pequeno comércio e serviços, nomeadamente de saúde: farmácia, centros de análises clínicas e veterinários.
4. A Escola Secundária de Linda-a-Velha, coloca no local perto de 70 viaturas entre docentes e pessoal auxiliar;
5. O Centro de Saúde de Linda-a-Velha, coloca no local 70/80 viaturas entre médicos, enfermeiros e pessoal auxiliar e administrativo.
6. A área apenas é servida por uma carreira de transportes públicos da Vimeca e pela serviço local do Combus.
7. Por último, a área em termos de estacionamento não é das mais graves, da Freguesia de Linda-a-Velha, considerando os espaços criados no loteamento. Existem assim na Freguesia áreas prioritárias e com problemas bastante mais graves de estacionamento.

Caracterizada a área de intervenção, importa assim questionar:
a) Quem deslocou e instalou empresas para este local – entre empresas, comércio e serviços estamos a falar de mais de 200 entidades – teve em conta a facilidade de acessos e estacionamento, não só para funcionários, como para clientes e fornecedores. Mais;
b) Nos custos, não foram contabilizados, perto de € 40,00 – quarenta euros – mensais de estacionamento por funcionário.
c) A instalação de parquímetros não previu os necessários espaços para estacionamento por curtos períodos, nomeadamente para quem vai por exemplo à farmácia, considerando a especificidade deste negócio.
d) Nem tão pouco previu a instalação de zonas para paragem para tomada e largada de pessoas, nomeadamente junto à Escola Secundária.

Assim, seria de todo ajustável, que fossem tomadas as seguintes medidas:

Definir o estacionamento como totalmente gratuito para os residentes, até um máximo de duas viaturas por cada fracção ou imóvel, não tendo que obrigar um residente a pagar € 6,00 – seis euros – por um cartão, considerando que quando adquiriu a sua residência o local de estacionamento foi pago no processo de loteamento;
Em rigor, o residente na zona, tem problemas é no estacionamento nocturno e nunca no diurno.
Definir o estacionamento como tendencialmente gratuito para os funcionários e empresários locais, definindo uma tarifa que iria até 10 cêntimos por hora;
Instalar zonas específicas de estacionamento para os serviços instalados: Centro de Saúde – oito lugares na zona fronteira – Escola Secundária, centros de análises clínicas e farmácia;
Criar zonas específicas para cargas e descargas destinadas ao comércio e empresas.
Recuperar as áreas envolventes, mormente as áreas verdes, antes da implementação do processo de tarifação.

Acresce que, o retorno dos valores liquidados pelos utentes, não vai ser aplicado directamente no local, a área nada vai beneficiar com os valores liquidados.
A título de exemplo, a Freguesia nada vai beneficiar com os valores pagos.

Nestes termos foi solicitado à CMO, que iniciasse a recuperação do espaço envolvente à zona do Lg. Da Lagoa e Av. Carolina Michaelis, procedendo à substituição e recuperação de canteiros e áreas verdes, limpeza de zonas específicas e melhoria da iluminação nocturna.
Nesta matéria, aquilo que parecia o início de obras na zona central do terreiro do Lg. Da Lagoa, mais não foi que a delimitação de um espaço, para que não seja aproveitado para estacionamento, maximizando assim as zonas tarifadas, tal como, os pilaretes indevidamente colocados nas traseiras dos prédios da R. Diogo Couto, numa manifesta violação dos princípios de segurança.

Por último, a deliberação inicial de implementação do estacionamento está ferida de “ ilegalidade “, considerando que parte das zonas tarifadas não constam da deliberação de implementação, pelo que, tal facto, poderá importar na legitimidade do não pagamento da tarifa.

Face ao exposto, solicitou-se ao Sr. Presidente da C.M.O., que se dignasse rever as tarifas e regime de isenções e implementação do sistema, antes da sua entrada em funcionamento, suspendendo a sua aplicação.

Certo da V. máxima atenção face ao solicitado.

Subscrevo-me, atenciosamente

José Pedro Resende Barroco
Presidente

Coisas de Linda-a-Velha (1)

A situação está explosiva na zona do Largo da Lagoa e Av. Carolina Michaelis por causa dos parquímetros.


Exmº. Senhor
Dr. Isaltino Afonso de Morais
I. Presidente da Câmara Municipal de
Oeiras


Linda-a-Velha, 19 de Maio de 2008

Assunto: Entrada em funcionamento de parquímetros na área envolvente ao Lg. da Lagoa e Av. Carolina Michaelis, em Linda-a-Velha.


Exmº. Sr. Presidente.

Respeitosos cumprimentos.

Tendo tomado conhecimento que a Parques Tejo, tem intenção de colocar em funcionamento os parquímetros na zona envolvente ao Largo da Lagoa e Av. Carolina Michaelis, sitas nesta freguesia, no próximo dia 26.05. do presente ano, peço a V. apreciação para os considerandos seguintes.
Reporto-me desde já, à M. missiva datada de 29.10.2007, que apenas na matéria da tarifação mereceu parcial acolhimento.

Recordo contundo os seguintes pontos, que obstam à implementação imediata da situação:

a) A instalação de parquímetros não previu os necessários espaços para estacionamento por curtos períodos, nomeadamente para quem vai por exemplo à farmácia, considerando a especificidade deste negócio. A título de exemplo refira-se apenas, que na zona tarifada da Av. 25 de Abril, a farmácia instalada na zona, tem este tipo de benefício. Não fazer o mesmo para a farmácia da zona da R. Diogo Couto, é favorecer uns em detrimento de outros;
b) Situação semelhante, têm as clínicas médicas locais, recordando nomeadamente que existe um centro de hemodiálise que diariamente recebe dezenas de pacientes, que são deslocados por via de ambulâncias e veículos próprios de transporte de doentes;
c) Recordo, na temática da saúde, que foram “ prometidos “ ao Centro de Saúde a afectação específica a doentes e utentes dos lugares fronteiros ao referido Centro;
d) Por outro lado, não foram ainda indicados os respectivos locais específicos destinados a cargas e descargas, mormente no que respeita a comerciantes e empresários. Não pode mesmo servir de argumento, - como foi referido por alguém na Parques Tejo a um empresário local – que nunca iremos autuar ninguém que esteja numa dessas situações.
e) Nem tão pouco previu a instalação de zonas de paragem para tomada e largada de alunos, nomeadamente junto à Escola Secundária.
f) Recordo ainda, que a deliberação inicial de implementação do estacionamento estava ferida de “ ilegalidade “ considerando que parte das zonas tarifadas não constarem do deliberado.
g) Tal facto, do conhecimento do público visado poderá importar na legitimidade do não pagamento da tarifa.

Nestes termos, e por forma a não implementar uma situação que pode vir a trazer uma “ má imagem “ para a CMO, solicito a Vª. Excª., que se digne introduzir as alterações especificadas, suspendendo se necessário a data marcada para introdução da tarifação.

Por último e não menos importante, os empresários locais do Largo da Lagoa, em reunião tida com a Vereadora, Dra. Madalena Castro, obtiveram o compromisso de recuperação da área florestal envolvente ao referido Largo.
Foi mesmo referido que a delimitação da zona central era o início de tais trabalhos. Hoje, os referidos empresários já perceberam que tal delimitação apenas teve como objectivo impedir o estacionamento no local para assim maximizar a tarifação no local, bem como, os pilaretes colocados estrategicamente para impedirem o acesso às traseiras dos prédios da R. Diogo Couto, numa manifesta violação das normas de segurança e de acesso, nomeadamente a forças de segurança e emergência.

Face ao exposto, peço a Vª. Excª., que se digne providenciar junto dos serviços a que preside, a recuperação da zona envolvente ao Largo da Lagoa e Av. Carolina Michaelis, antes da entrada em funcionamento do sistema de tarifação do estacionamento local.

Certo da V. máxima atenção face ao solicitado.

Subscrevo-me, atenciosamente


José Pedro Resende Barroco

James Blunt Back to Bedlam documentary Trailer

Contagem de visitas


Na semana em curso quase que se atingiu o total de 300 vistas diárias. Continuamos a tentar diversificar o teor do conteúdo de modo a chegar a um leque alargado de leitores. Gratos a quem nos lê.

Excesso de zelo...


quarta-feira, 21 de maio de 2008

COISAS DE ALGÉS VII

ALGÉS / LINDA-A-VELHA SÓ DE ASA-DELTA
Na ligação de Algés a Linda-a-Velha pela Rua João Chagas o asfalto está bastante degradado e tardam uns remendos que evite que os carros tenham de fazer autênticas gincanas. Esta ligação é uma das mais movimentadas e tem uma densidade de carros nas horas de ponta digna de registo.
Mas agora, mesmo no fim do lado dos números pares, a seguir ao último prédio que terminava há mais de quarenta anos a área construída, foi desbastada a encosta, aprofundada a traseira enterrando-a na escarpa e estão a construir uma estrutura que nos dá a certeza de um grande e volumoso imóvel de onde os últimos andares vislumbrarão o Tejo.
Com mais esta construção (que até são capazes de dizer que se trata de planos antigos e não se pode frustrar expectativas mesmo que elas sejam hoje autênticas aberrações) vai aumentar o número de utilizadores desta Rua João Chagas mesmo que, como tantos outros prédios daquela zona, ainda haja muitos andares por habitar.
Preparem-se, pois, com esta fúria de construção só com asa delta será possível irmos de Algés a Linda-a-Velha.
[Clotilde Moreira / Algés]

A OEINERGE – Agência Municipal de Energia e Ambiente de Oeiras, vem por este meio convidar V. Ex.ª a estar presente no
“4º Encontro da Rede Nacional de Agências de Energia”
este ano dedicado ao tema
"Os Serviços de Energia e os Gases com Efeito de Estufa"
O seminário decorre em Oeiras, no próximo dia 3 de Junho, a partir das 9:30 no Grande Auditório do Taguspark.
Em anexo poderá encontrar o programa do seminário, assim como um documento com a rede de transportes públicos que serve o local.
Contamos com a sua presença.
Com os nossos melhores cumprimentos,

OEINERGE
Agência Municipal de Energia e Ambiente de Oeiras
Estrada de Paço de Arcos, 60
Edifício Paço de Arcos, Sala 51
2770-130 Oeiras
Tel.: +351 214 214 010Fax: +351 214 218 573

4º Encontro das Agências de Energia – RENAE 2008
Data: 3 de Junho de 2008 Local: Taguspark, OEIRAS
Organização: RENAE / OEINERGE / Câmara Municipal de Oeiras
Tema: “Os Serviços de Energia e os Gases com Efeito
de Estufa”
9h30 – Recepção e registo dos participantes
10.00 – Abertura
Prof. Dr. Humberto Rosa (Secretário de Estado do Ambiente)
Dr. Isaltino Morais (Presidente da Câmara Municipal de Oeiras)
Prof. Dr. Borges Gouveia (Presidente da RENAE)
Dr.ª Madalena Castro (Presidente do CA da OEINERGE)
PAINEL 1 - A Eficiência Energética e o Mercado do Carbono
10h30 – Prof. Pedro Verdelho (ERSE) – “O PPEC e a eficiência energética”
11h00 – Dr. Alexandre Fernandes (ADENE) – “O plano nacional para a eficiência
energética”
11h30 – Pausa para café
12h00 – Eng.ª Susana Viseu (FOMENTINVEST) – “O Sistema de Gestão de Carbono
nas Cidades”
12h30 - Debate
13h00 – Assinatura do Acordo entre a RENAE e a FOMENTIVEST para a
promoção e implementação do Sistema de Gestão de Carbono nas Cidades
13h00 – 14h30 – Almoço livre
PAINEL 2 – Projectos em curso nas agências sobre OS SERVIÇOS DE
ENERGIA E OS GASES COM EFEITO DE ESTUFA
14h30 - Prof. Dr.ª Júlia Seixas (OEINERGE/E.VALUE) – “A Matriz dos Gases com
Efeito de Estufa de Oeiras”
14h45 – Eng. Marcos Nogueira (OEINERGE/IrRADIARE) – “Carta da Qualidade do Ar
de Oeiras”
15h00 – Eng.ª Andreia Silva (AMES) – “Ciência e Tecnologia – A Energia e o
Ambiente”
15h15 – Eng. Tiago Gaio (AREANA Tejo) – “A Carta da Energia do Norte Alentejano”
15h30 – *Orador a confirmar (Energic) – “Projecto Caça Watts”
15h45 – Eng.ª Maria João Samúdio (AdEPorto) – “A Matriz Energética do Porto”
16h00 – *Orador a confirmar (AGENEAL)
16h15 – Eng.ª Susana Sobral (ARECBA) - “Projecto GIE II”
16h30 – Pausa para café
17h00 – Eng. Valter Sousa (DECO) – “Projecto Brigadas Carbono”
PAINEL 3 – Os serviços de energia: perspectivas futuras
Participação:
Prof. Dr. Gonçalves Henriques (Presidente da Agência Portuguesa do Ambiente)
Dr.ª Suhita Osório-Peters (CEIFA Ambiente)
Prof. Mário Nina (Faculdade Engenharia da UCP, Sintra)
Eng. Afonso Lobato Fria (ISQ)
17h30 – Debate
18h00 – Encerramento: OEINERGE, RENAE e APA

O seminário é gratuito, mas sujeito a inscrição.

Inscrições: oeinerge@oeinerge.pt Tel. 214 214 010 Fax. 214 218 573

4º Encontro RENAE – Acesso Transportes Públicos

Os Serviços de Energia e os Gases com Efeito de Estufa”



Dia 3 de Junho – Taguspark, Oeiras


Comboio (CP) + Autocarro (VIMECA)



  • Linha CP de Sintra:

Sair na estação Massamá/Barcarena, e dirigir-se ao pólo de autocarros de Tercena (do lado de quem vem de Lisboa, sair na parte dianteira do comboio e percorrer a passagem aérea sobre a IC 19).

No pólo de autocarros de Tercena, apanhar o autocarro VIMECA nº 23 com destino ao Taguspark (tempo de viagem, aprox. 10 min).


  • Linha CP de Cascais:

Sair na estação Paço de Arcos, e apanhar o autocarro VIMECA nº 119 com destino a Talaíde (tempo de viagem, apox. 25 min).


Existem ainda as opções de autocarros: Carreira 112 (Estação CP Cacém – Taguspark – Estação CP Oeiras), e Carreira 15 (Marquês de Pombal – Taguspark – Univ. Católica).


Comboios CP

Linha de Sintra (horários): Link

Linha de Cascais (horários): Link

Linha de Apoio ao Cliente: 808 208 208


Autocarros VIMECA:

Horários e percursos:

Carreira 15: Link

Carreira 23: Link

Carreira 112: Link

Carreira 119: Link

Linha de Apoio ao Cliente: 214 357 472


Informações e mapa do Taguspark: Link

OEINERGE

Agência Municipal de Energia e Ambiente de Oeiras

www.oeinerge.pt


Domingo, dia 25 de Maio de 2008,
pelas 17h00,
na Aula Magna da Universidade de Lisboa
(ao Campo Grande ; metro: Cidade Universitária).
Entrada livre

Programa:

1. MOZART (1756-1791), Wolgang Amadeus – Abertura da ópera “A Flauta Mágica”

2. MOZART – Concerto para piano, n.º 21, em Dó Maior, Kv 467 / solista: Paulo Pacheco

3. TSCHAIKOWSKY (1840-1893), Piotr Iliych – 1.º e 2.º andamentos da Sinfonia n.º. 5, em mi menor, op. 64 : I – Allegro con anima ; II – Andante cantabile, con alcuna licenza

4. BEETHOVEN (1770-1827), Ludwig van – Abertura da ópera “Fidelio”, op. 72
Orquestra Sinfónica Juvenil
Paulo Pacheco, piano
Christopher Bochmann, maestro

A não perder!
[Enviado por Clotilde Moreira / Algés]

Curso de História da Arte - Espaço e Memória

.
CLIQUE PARA AMPLIAR
.

terça-feira, 20 de maio de 2008

Água: ANMP nega que câmaras estejam a criar nova taxa

O presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP), Fernando Ruas, negou hoje que os municípios estejam a criar uma taxa de disponibilidade nas facturas da água para substituir o valor dos contadores.

Fernando Ruas garantiu que «muitos municípios já tinham esta taxa da disponibilidade, antes da lei dos contadores».

«Ficámos admirados com a ideia que surge na imprensa de que o Governo esteja surpreendido com esta taxa de disponibilidade», acrescentou.

O autarca alega que a ANMP recebeu segunda-feira, do Governo, «um documento onde está clara a taxa de disponibilidade», por isso, «ninguém pode invocar desconhecimento», justificou.

Fernando Ruas apontou ainda um documento do Instituto Regulador de Águas e Resíduos, enviado às Autarquias, em que «a entidade reguladora permite a taxa de disponibilidade». (...)
Opinião
Dias Gomes
O cartel gasolineiro
Tenho curiosidade em saber o porquê de a gasolina custar muito menos do que em Portugal em todos os países da Europa Comunitária, sendo a moeda similar à nossa. Para esta asserção não há argumentos que destruam esta minha questão. Não deveríamos de pagar tanto como os espanhóis e demais cidadãos europeus? Obviamente que sim. Não se entende porque é que o Governo permite a bandalheira actual com 15 aumentos desde o princípio do ano.
O exemplo do que se passa aqui ao lado, em Espanha, não me sai da cabeça. Como é isto possível? Eu tenho de viver num país onde tudo é pior para os seus nacionais do que nos outros países? Expliquem-me se são capazes. Temos os ordenados mais baixos da Europa, mas os impostos mais altos. Temos as casas mais caras e de má qualidade, pois ainda novas ficam com humidade, fissuras, e não sei mais o quê. Temos o ensino degradado e escolas que se podem adjectivar de espeluncas. Desfrutamos de estradas perigosas, com perfil difícil. Vendem-nos automóveis a preços exorbitantes e com dupla tributação o que não acontece em qualquer outro sítio europeu. Aplicam-nos portagens extremamente caras e em estradas que nem servem para carros de bois.
Enfim a lista de infelicidades dos portugueses é infinda. Porque não nos corrigimos? Não temos a qualidade de vida de um espanhol, um francês, um inglês, um finlandês um norueguês. Ninguém nos defende. O governo que elegemos está-se marimbando para os nossos queixumes. E nós continuamos a aguentar. Até quando? Um dia a paciência pode esgotar-se e pode nascer uma ETA à portuguesa.
Já esteve mais longe. Não brinquem com o fogo onde todos nos poderemos queimar.
Quem governa o país tem de intervir rapidamente. Penalizar o cartel da gasolina. Investigar as gasolineiras. A gasolina se é mais barata em Espanha porque não pode ter o mesmo preço em Portugal? Não se admite que tenha aumentado tantas vezes. Estamos a brincar e a colocar a mão no bolso dos portugueses despudoradamente. Quem está a lucrar com esta roubalheira? O governo tem de investigar. E já, se não qualquer dia nem dinheiro temos para o mais básico.
Por exemplo, o Governo que prescinda dos 60% que leva de imposto num litro de gasolina.
Porque não se juntam os portugueses num movimento único, como onda avassaladora e que varra Portugal de Norte a Sul e de este para oeste e paremos todos os veículos e deixemos que as gasolineiras bebam a gasolina? Se afoguem nela e se envenenem juntamente com os produtores e exportadores? Façam isso e vejam se o Governo não actua e não baixa os preços. A continuarmos assim, passivos, letárgicos, uns bananas, ninguém nos leva a sério. Nós, os portugueses somos a essência da nossa economia. Sem nós ela estagna. O PIB fracassa e todas as contas do Governo, dos Bancos, dos Seguros, estiola.
Somos um povo sofrido, com 48 anos virado de costas para a evolução e que agora, depois da alvorada salvadora (?) do 25 de Abril de 1974, continua a sofrer. Aumentam os preços como e quando lhes apetece. Por que raio há-de ser assim?

o blog do "diogo cão": APCA - Canil de São Pedro de Sintra

o blog do "diogo cão": APCA - Canil de São Pedro de Sintra
SINFONIA DO MAR
Dia 22 DE Maio às 21h00
Coro Sinfónico Lisboa CANTAT
Dirigido pelo maestro Jorge Carvalho Alves
E conta com cerca de 100 elementos
No plano de água da PISCINA OCEÂNICA
[Enviado por Clotilde Moreira / Algés]

segunda-feira, 19 de maio de 2008

PÓDIO DA BWIN LIGA


Os meus agradecimentos à Menina Idalina, uma BENFIQUISTA dos quatro costados

My Sweet Lord

Billy Preston, Eric Clapton, Ringo Starr, Paul McCartney, Dhani Harrison and a slew of other friends of ex-Beatles George Harrison perform his hit single "My Sweet Lord" in the Concert for George

A avaliação no momento...

[clique na imagem para aumentar]

O currículo da "sinistra"

Interessante é ver como em Portugal um Professor que NUNCA FOI AVALIADO chega ao topo da Carreira Docente (Ministra da Educação!) e se põe a disparar em todos os sentidos contra os Professores-não-avaliados.
Vejamos, a Drª Maria de Lurdes tirou o antigo 5º (5º - actual 9º) ano e ingressou no Magistério Primário (naquele tempo eram dois anos de curso).
Deu aulas na Primária até se inscrever no ISCTE (com o 5ºano + 2 anos de Magistério Primário).
Ao fim de 5 (CINCO) anos de estudos em curso nocturno, sai com um DOUTORAMENTO que lhe permitiu dar aulas(?!) no ISCTE, por acaso onde o sr. Engenheiro fez a pós-graduação(mestrado?) a seguir à "licenciatura" da UNI.
Digam lá que não lhe deu um certo jeito nunca ser PROFESSORA AVALIADA!
Do outro lado da barricada, também era CONTRA a avaliação dos Professores, não era Drª Maria de Lurdes? Pelo menos o seu ex-Professor Iturra diz que sim... e ainda nenhum ex-aluno veio aqui para os fóruns gabar-lhe os dotes docentes!
Não teremos mesmo melhor?
Os professores poderão lidar com os alunos como a Srª lida com os professores?
Exigir-lhes tudo ensinando pouco e com tão parco exemplo?
[recebido por e-mail]

UM DOCUMENTO HISTÓRICO

Professor da Ministra escreve-lhe uma carta aberta!

Leiam o texto e vão ao endereço ler a carta do professor da nossa ministra.

Divulguem!

http://www.scribd.com/doc/2497642/Minha-querida-Maria-de-Lurdes-Rodrigues

A ministra da educação foi professora primária, tirou a licenciatura em Sociologia, no ISCTE, como estudante trabalhadora, aos 28 anos de idade. No curriculum vitae oficial, incluído no portal do Governo, esse facto é omitido.
Foi aluna de Raul Iturra. Fez tese dedoutoramento com João Freire, o sociólogo a quem encomendou o estudo que esteve na base do novo ECD. O ex-professor de Maria de Lurdes Rodrigues, no ISCTE, o prof. Raul Iturra, escreveu um texto muito crítico e irónico em relação à forma de agir da ministra para com os professores.
Vale a pena ler e verificar como é que a mente humana é uma coisa complexa. Maria de Lurdes Rodrigues foi, na década de 80, uma estudante radical, fortemente influenciada pelo marxismo. Vinte anos depois mostra uma face completamente diferente: intolerante, autoritária e inflexível.
Como é que se pode passar, em vinte anos, da extrema-esquerda para a defesa do liberalismo selvagem? Como é que é possível uma antiga professora primária mostrar tanto desamor e desconfiança pelos professores? Como é que uma antiga professora primária pode manifestar tanto desconhecimento sobre a complexidade do trabalho do professor?
[recebido por e-mail]

limitador de velocidade

.
recebido por email:

Próximas "lombas" redutoras de velocidade a implantar em Oeiras...

video

Acrescentamos: não nos repugna em absoluto concordar com a implementação duma medida desta natureza no nosso Concelho... :)
.