segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Educação: FNE deseja que descida de reprovações seja real e não sirva estatísticas


24 de Agosto de 2009, 10:42

Lisboa, 24 Ago (Lusa) - A Federação Nacional dos Sindicatos Educação (FNE) deseja que o decréscimo da taxa de reprovações no ensino secundário e básico anunciada hoje seja real e não sirva apenas para estatística.

De acordo com dados avançados pelo ministério da Educação e que hoje de manhã serão divulgados publicamente, a taxa de chumbos no ensino secundário no último ano lectivo situou-se em 18 por cento, menos quatro pontos percentuais que os 22 por cento registados em 2007/2008, enquanto que no ensino básico foi de 7,7 por cento, menos 0,6 pontos percentuais do que ano lectivo anterior.

"Para a FNE tudo quanto é melhorar o sistema é importante. Nós gostaríamos que estes números fossem números reais, que revelassem o sucesso dos alunos, e não apenas números para estatísticas. Mas se na verdade esse sucesso aconteceu, ainda não aconteceu para todos os alunos", disse à agência Lusa a Lucinda Manuela.

1 comentário:

anunciação disse...

Eu tenho dois frangos, e duas pessoas.

Eu comi um frango inteirinho .

Nas estatisticas comemos meio frango cada um .

Topam ?