segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O candidato sem rosto


Ter vergonha de mostrar a cara não é o mesmo que ter vergonha na cara.
Vasco M. Barreto
17:21 Sábado, 22 de Ago de 2009


Oeiras tem produzido grandes cartazes para as eleições autárquicas. O mais insólito de todos continua a ser o de Pedro Simões, autarca do PSD que afinal deixou de ser candidato a presidente da câmara, mas cujo rosto ainda saúda quem contorna a rotunda do Oeiras Parque. Simões é o candidato fantasma de tipo I, aquele que ainda dá a cara mas já não dá o corpo. Isaltino Morais é diferente, assumindo-se como candidato fantasma de tipo II, isto é, alguém que ainda encarna uma candidatura mas que opta por não dar a cara por ela. A explicação é trivial, creio. Isaltino sabe que pede muito dos seus eleitores e que tem a imagem queimada. Quem votar nele deseja usufruir plenamente do secretismo do voto e preferirá não ser muito solicitado durante a campanha; afinal, o que move este eleitor até às urnas é o mote "it's a dirty job, but someone's gotta do it". Naturalmente, a campanha de Isaltino só podia começar com cartazes que apenas apresentavam uma mensagem simples e sem rosto. Mas na segunda fase da campanha, que arrancou depois de se saber que o autarca foi condenado, os criativos reforçaram esta estratégia e fazem algo que julgo ser inédito em Portugal. Os outdoors têm agora uma mensagem única - "eu voto em mim" - e um rosto, sim, só que em vez do rosto de Isaltino vemos o de uma cidadã ou cidadão de Oeiras. É um inspirado truque, isto de substituir um candidato condenado na Justiça e no espaço público pelo seu eleitor tipo. E com este exemplo, Isaltino ensina-nos que há uma diferença subtil entre ter vergonha de mostrar a cara e ter vergonha na cara. Pela originalidade, pelo desassombro e até pela pedagogia, temos um vencedor antecipado para o prémio da melhor campanha de 2009.
[Da caixa de comentários]

3 comentários:

Anónimo disse...

É uma campanha para o Concelho com mais licenciados...

anunciação disse...

Excelente artigo . Vou mandar-vos por mail uma foto do cartaz do Isaltino que tirei, para publicarem para toda a gente perceber. Isto se não se importarem ......

Isabel Magalhães disse...

Anunciação;

Não só não nos importamos como agradecemos. :)