terça-feira, 25 de agosto de 2009

Empurrão fatal no café é escondido à polícia

«Entrou no café pelas 10h00 de quinta-feira e pediu uma cerveja e um rissol. Mas o dono, julgando que Mário Saraiva Leitão, 52 anos, estava embriagado, disse--lhe que as cervejas estavam quentes. "Não faz mal. Sopra-se", respondeu Mário enquanto simulava o acto na direcção da bica que o cliente ao lado estava a tomar. A reacção não se fez esperar. Luís ‘Jacaré’ empurrou violentamente Mário, que caiu desamparado e ficou inconsciente no chão da rua Luís de Camões, em Algés, Oeiras. Esteve em coma profundo até ontem à tarde, altura em que não resistiu mais às hemorragias internas. Morreu.»


Algo se passa em Algés... Se calhar é da água. Vou ligar para os SMAS, pelo sim pelo não.

2 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Algo se passa com a humanidade. Digo eu!

anunciação disse...

AFS: Calhando é da água Campilho.